Devaneios tolos... a me torturar.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Eu sinto muito... será que sente?


Oi geeeente!!! Ando noveleira que dá gosto! Fiquei impressionada com as cenas da novela de Manoel Carlos envolvendo a Luciana, a Helena e a Tereza. Diante de uma tragédia, de um acidente, de uma perda... até que ponto você consegue sentir e apaziguar a dor do outro?

Quantas vezes você foi a um velório de alguém conhecido e abraçou os familiares dizendo:

Eu sinto muito....

Será que sente mesmo?

Eu, neste ano, passei batido o dia de finados, sem ir ao cemitério. Vi minha mãe preparando flores e organizando a visita aos pais dela já falecidos... Aí lembrei que outro dia, fui a um velório de uma pessoa importante para um amigo meu. Abracei meu amigo com força. Disse que sentia muito.

Mas logo depois fui tomar um sorvete...

Na manifestação pela paz no trânsito, promovida pelo Leo Clube, a professora Luli Marca, que perdeu o filho Marcelo em um acidente, disse uma coisa que mexeu comigo: - “Não adianta eu falar da minha dor. Só quem sofreu a mesma perda que eu, poderia entender”.

É verdade. Até imaginamos a dor dos outros. Mas só conseguimos sentir nossas próprias dores. E ninguém pode nos anestesiar delas.

Você já reparou que até nos comovemos, nos solidarizamos com a dor dos outros, mas e quanto a sofrer com elas? Quanto a perder noites de sono, quanto a deixar de fazer coisas que gostamos, ou que precisamos fazer no trabalho, para efetivamente fazer algo para ajudar alguém que está sofrendo... será que fazemos isso?

Eu não faço.

Sou algum tipo de monstro? Não, claro que não.

Sou da turma quase unânime que se solidariza, se comove, mas realmente não consegue viver a dor do outro. Poucos são aqueles que realmente se sacrificam por quem não conhecem. Que fazem algo efetivo para ajudar a curar as feridas do próximo.

Sentimos uma comoção superficial, e logo depois vamos cuidar de nossas vidas, de nossos umbigos.

Nossas relações se tornam rasas, sem profundidade. Possuímos mil amigos para o riso, nenhum para as lágrimas.

Uma multidão está conosco quando oferecemos alguma vantagem. Somos tão miseravelmente sós quando estamos em dificuldades sérias.

Os homens e as mulheres se envolvem uns com os outros sem realmente se importarem com o nível de sentimento que estão despertando. Por isso há tantas pessoas sofrendo sozinhas, por amor. Tendo que lamber suas próprias feridas, porque os relacionamentos se tornaram tão descartáveis, que ficou fora de moda esperar por alguém, acreditar em alguém, amar profundamente alguém.

É por isso que pregamos a amizade, a solidariedade, o companheirismo, e estamos cada vez mais isolados e sós. Porque é tudo da boca pra fora...

Pense com o coração: quem você ama de verdade? Por quem você deixaria de lado sua vida, para estar vivendo os dias mais escuros, pesados e difíceis da vida de outra pessoa?

Na doença, na dor, contamos com nossos filhos, nossos pais... As vezes nem com esses.

Grandes herois, gênios, pensadores e artistas se mantêm vivos para sempre devido a seus legados históricos.

Mas nós, meros mortais? Quem, em nosso círculo próximo, vai nos manter vivos na memória quando formos embora?

Quem irá separar nossas flores no dia de finados? Quem chorará sozinho e calado nossa ausência alguns anos depois?

A Martha Medeiros foi feliz em fazer uma crônica sobre a criatura que nos manterá vivos depois de nossa morte. Aquela pessoa que vai lembrar de você em todas datas marcantes, em todos os vazios que sua ausência deixará.

Mas eu estou preocupada com a criatura que nos manterá vivos enquanto estivermos vivos. Aquela que vai nos tirar do buraco da fossa, do fracasso, da doença, da invalidez, da loucura e da dor. Aquela mão que nos puxa para fora da escuridão.

Vamos começar escolhendo pelo menos uma pessoa a quem amar de verdade e profundamente. Vamos nos preocupar e sentir a dor do outro de verdade. De verdade. Vamos fazer a diferença na vida de alguém, e pelo menos para esse alguém, seremos fundamentais. Só assim, alguém, algum dia, sentirá que vale a pena sofrer por nós, ou conosco.


“ Dissestes que se tua voz...tivesse força igual... À imensa dor que sentes...Teu grito acordaria, não só a tua casa, mas a vizinhança inteira...” Renato Russo

Mudando de assunto...


Gente, recebi uma carta, de uma mãe loira, preocupada com seu filho. Eu, como estou mais solidária depois da minha crônica, resolvi publicar....
Meu querido filho Frederico...
“ Escrevo estas poucas linhas que é para saber que estou viva. Escrevo devagar porque sei que não gosta de ler depressa. Se receber esta carta, é porque chegou. Se ela não chegar, avisa-me que eu mando outra.
O teu pai leu no jornal que a maioria dos acidentes ocorre a 1 km de casa. Por isso, mudamo-nos pra mais longe.
Sobre o casaco que queria, o teu tio disse que seria muito caro mandar pelo correio por causa dos botões de ferro que pesam muito. Assim, arranquei os botões e coloquei-os no bolso. Quando chegar aí, pregue-os de novo.
No outro dia, houve uma explosão no botijão de gás aqui na cozinha. Teu pai e eu fomos atirados pelo ar e caímos fora de casa. Que emoção! Foi a primeira vez em muitos anos que o teu pai e eu saímos juntos.
Sobre o nosso cão, o Rexlino, anteontem foi atropelado e tiveram que lhe cortar o rabo, por isso toma cuidado quando atravessar a rua. Tua irmã Laura vai ser mãe, mas ainda não sabemos se é menino ou menina. Portanto, não sei se vai ser tio ou tia.
Hoje, teu irmão Valclinton me deu muito trabalho. Fechou o carro e deixou as chaves lá dentro. Tive de ir em casa, pegar a reserva para a abrir. Por sorte, cheguei antes de começar a chuva, pois a capota estava arriada. Se vir a Dona Rosinha, diz-lhe que mando lembranças. Se não a vir, não digas nada.

Um beijo, tua mãe.
PS: Era para te mandar os 300 reais que me pediu, mas quando me lembrei já tinha fechado o envelope.”

Gente... mãe é mãe! Hahaha


Depois dessa vou indo! Até a semana que vem príncipes e princesas!

Mural de Recados:
Primeiríssimo! Beijo pra minha amiga loira que me mandou esse e-mail! É muito divertido quando conseguimos levar a vida com bom humor!
Pra todos que me escreveram me defendendo! Quando alguém me xinga, sempre saltam alguns leitores em defesa dessa “colonista”. Uipiiiii! Obrigado, depois eu pago uma rodada no Pirigoso!
A Juliane Sonza!!!! Parabéns! Foi a vencedora da promoção da Joalheira e Óptica Sebben e ganhou lentes de contato coloridas! Falando em ganhar... a Joalheria antecipou o Natal, e na compra de seus óculos de grau você ganha um relógio Mondaine!
Giovani!!! Obrigado por escrever! Também sou da turma da verdade, da justiça e do amor!
Gente, contagem regressiva para o final do ano e virada antecipada com Tamar Promoter. Uma festa que faz a Ilha de Caras passar vergonha! No Pesque e Pague Giaretta! Dia 28 de novembro!!!


Que tudoooo! A Leila Moreno vai estar em Guaporé! Chique de doer! Ela é fera, adoro assistir Altas Horas e acompanhar o talento dessa mulher! Ela fez o seriado Antônia! Lembram? Vai estar aqui na festa promovida pelos meus amigos Márcio e Dani Lanzoni! É isso aí! Fazendo acontecer em Guaporé!


Fui! Me fucem, me escrevam, me acompanhem!
Orkut: Michele Lunardi
Twitter: twitter.com/MicheLunardi
Meu Blog: michelunardi.blogspot.com

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Qual a sua fantasia?


Gente, minha gente, quanta gente! Tive uma ideia brilhante! Teremos festa a fantasia no sábado no Clube União, não é verdade? Então... tenho uma proposta irrecusável!

Vamos TODOS tirar nossas fantasias, e que tal nos apresentarmos sem elas?

De início, a ideia pode parecer meio sem graça, mas garanto que seria um episódio para entrar na história dos 106 anos de Guaporé.

Raciocinem comigo...


Os pegadores da cidade poderiam tirar a fantasia e assumir, publicamente, que não passam de pessoas frustradas por nunca terem experimentado a sensação divina de amar alguém do fundo do coração!


O machão da cidade, saradão, poderia finalmente tirar a fantasia e contar pra todo mundo que seu bichinho preferido é o bambi (provavelmente a mãe do cara fazia ele assistir ao desenho do bambi comendo danoninho... deu nisso) e que sua cuequinha do piu piu tem um botõezinhos na parte de trás...

O empresário bem sucedido poderia assumir de vez quantos impostos sonegou, e rir bem alto, gritando: -Antes patrocinar meu carrão novo, do que patrocinar político corrupto!

Há... falando nisso, e que tal aquele político bem espertinho que você conhece... sim, ele poderia tirar a máscara de bonzinho e mostrar pra todo mundo que é vingativo e perseguidor daqueles que não pensam como ele!

E a amante que ninguém assume! Poderia tirar a fantasia de mulher paciente e controlada e gritar do alto do palco o nome e as preferências sexuais daquele carinha que finge ter uma vida corretíssima ao lado da esposa e filhinhos!

E a mulher do cara? Poderia tirar a fantasia de esposa compreensiva e satisfeita, que entende que o marido tem sempre “uma reunião de negócios”, e virar empresária do ramo de lingerie, sendo mais uma guaporense empreendedora a ser dona do próprio nariz.

E a gostosona da cidade? Ah... poderia tirar a fantasia e parar de fazer dieta, massagem, malhação e plástica! Assumir a barriga saliente, a celulite que insiste em aparecer, os cabelos brancos, a flacidez e gritar beeem alto: sou muito mais que um corpinho bonito!

A colunista poderia tirar a fantasia de sabe tudo e parar de dar palpite na vida e no comportamento dos outros, olhando para o próprio umbigo, não escrevendo nunca mais nem sequer o próprio nome diante de um computador!

Gente, iria ser o APOCALIPSE!

Guaporé, na noite da Festa a Fantasia, seria varrida do mapa e os guaporenses sumiriam da face da terra tal qual aconteceu aos dinossauros.

Sabem porque? Porque ninguém aqui é puro anjo ou demônio. Todo mundo tem vontade de explodir de vez em quando! De mandar o mundo pro lugar aquele!

Porque às vezes é muito cansativo representar um único papel quando somos múltiplos, quando os desejos mudam, quando os pensamentos mudam.

Porque no fundo no fundo somos emoção, mas como também somos seres racionais, obviamente não vamos assumir nossos instintos mais primitivos.

Mas não podemos negar que eles existem!

Existem e gritam de forma silenciosa em uma sociedade acostumada a viver de aparências e que aprendeu a não se rebelar para não ser diferente.

Em uma sociedade onde infelizmente, no fundo no fundo, as pessoas ainda acreditam que “quem é diferente não é normal”.


Seria o fim dos tempos.

Sabem porque? Simplesmente porque o mundo não está preparado para PESSOAS DE VERDADE!

As sociedades criam seus próprios ídolos perfeitos, e não conseguiriam viver sem eles.

É claro que exagerei na dose, mas escrevi tudo isso, para dizer que precisamos parar de representar e devemos assumir quem somos, o que queremos, o que nos faz feliz!

Sem máscaras. Sem fantasias.

Pessoas que usam máscaras o tempo todo são potencialmente perigosas.

E tem mais:

Assumir quem você é pode doer nos outros. Mas não assumir, vai doer, para sempre, em você!

Mudando ( e não mudando de assunto): bom, como minha ideia inicial não seria de “bom tom”, é melhor mesmo voltarmos à boa e velha fantasia de fada, bruxa, duende, super herói, enfermeira...

Mas o que me deixa feliz, é que os guaporenses sempre vão além das expectativas. Então, vocês com certeza vão se surpreender com a criatividade de algumas fantasias na festa do Clube. Só a chegada da galera aí pela praça já é um ACONTECIMENTO!

Mais uma vez teremos diversão garantida. Ah... quem quiser ficar mais traquilo, fora do tumulto da geral, o Tamar tem camarotes VIPs com mesas, serviço de garçom e mordomias! Procurem ele! E divirtam-se!
E se vocês não enxergarem essa colunista, não se preocupem! Minha fantasia é de Mulher Invisível!

Depois me contem como foi a festa! Um beijo, escrevam tá?



E pra fechar com chave de ouro, quero dizer, que nesta coluna só falamos a VERDADE! Como diz meu filósofo preferido, Homer Simpson: Eu não minto, apenas faço ficção com a boca.

Michele@tl.com.br
Meu Blog: michelunardi.blogspot.com
No twitter: twitter.com/MicheLunardi

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Aprenda com o lápis...


Cinco coisas que aprendi com o lápis!

1° : Você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer
nunca que existe uma mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade.

2° : De vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.

3° : O lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça.

4° : O que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você!

E Finalmente a : O Lápis sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços...

Paulo Coelho


"Há mais mistérios entre o Céu e a Terra do que sonha a nossa vã filosofia. " ( William Shakespeare )

sexta-feira, 6 de novembro de 2009


Você está vivo. Esse é o seu espetáculo. Só quem se mostra se encontra. Por mais que se perca no caminho.

*Cazuza

Sereia... ou baleia?!



Oi geeeente! Passei uma semana do cão. Sabe, cheguei a brigar até com as árvores, com as portas, com as pedras da rua. Geralmente descarrego a munição em quem mais gosto. Sou do tipo que acorda endiabrada e pensa: - Bom, quem é que eu vou infernizar hoje?

Mas a parte boa é que fico mais contemplativa e pensativa. Aí, estava assistindo a novela das 8 e cheguei a uma conclusão óbvia...

Mulher sofredora: não adianta puxar aqui, esticar ali, pendurar cabelo, pegar uma cor, fazer plástica, lipo, colocar silico, ser legal, simpática, companheira... porque de qualquer forma, a “chifraiada” vai te pegar.

Sim, a lição cultural do Brasil hoje é essa... quanto mais velho o homem, mais “EL COMEDOR” ele se torna.

Gente, reflitam comigo: o sessentão José Mayer, já beijou todas as atrizes da Globo das décadas de 60,70,80,90 e por aí vai. Mas não bastasse, o taradão na novela largou uma mulher culta, bonita e elegante, deixando para trás as filhas oficiais e um filho extra oficial. Mas como ele é GATO, logo casou com a mega super ultra top model mais desejada e badalada de todas as galáxias, a Helena. Mas... nem bem a coitada decolou para seu último desfile na Jordânia, o garanhão brasileiro já estava correndo pelado em uma praia deserta em Búzios.

Tudo bem... até entendo que ele não ia deixar a Giovana Antonelli passar batido. Penso que até eu beijaria ela na boca, dada tanta beleza... mas convenhamos!!

O que vai ser de nós meras mortais quando estivermos cansadas de ser gostosas e quisermos mesmo ficar tricotando no sofá? Nossos maridos sessentões vão estar se achando o máximo, vão pegar as malas rumo a Sampa, vestindo regata colante, óculos Ray Ban, calça jeans desbotada e corrente de prata no pescoço e vão sentar na primeira fila do São Paulo Fashion Week pra pegar as ninfetas mega models?

SOCORROOOOO! Pelo amor de Deus, parem de encher a bola desses homens. Deixem eles serem vovôs. Velhinhos caídos e ultrapassados. Podem até ser meio broxas... como antigamente.

Digo uma coisa pra vocês: pode até ser moda... mas não há nada mais deprimente que um véio assanhado dando pinta de garotão balançando um copo de wisky com olhar sedutor num canto de uma boate qualquer.

Mesmo que seja o Zé Mayer!!!!! (Se bem que ele ainda dá um caldo, vocês não acham meninas?rsrsrsrsrs)

Isso só pode ser a maldição do VIAGRA!

Mas não se preocupem... em breve a Lilia Cabral vai dar o troco na novela, lavando a alma feminina!

Mas mudando de assunto...

Agora, falando sério... estamos mesmo muito preocupadas em não envelhecer, não engordar, não enrugar, não sermos trocadas, não sermos mal amadas... estamos ficando bitoladas.

Recebi da Alexandra, esse e-mail maravilhoso que diz a verdade a respeito da “perfeição”... Tirem suas próprias conclusões.

A academia Runner colocou um outdoor em São Paulo que dizia o seguinte:

"Neste verão, qual você quer ser? Sereia ou Baleia?"

Uma mulher enviou a eles a sua resposta e distribuiu o seguinte e-mail: Ontem vi um outdoor da Runner, com a foto de uma moça escultural de biquíni e a frase: "Neste verão, qual você quer ser? Sereia ou Baleia?”
Respondo:
Baleias sempre estão cercadas de amigos. Baleias têm vida sexual ativa. Engravidam e têm filhotinhos fofos.
Baleias amamentam. Baleias andam por aí cortando os mares e conhecendo lugares legais como as Banquisas de Gelo da Antártida e os Recifes de Coral da Polinésia.
Baleias tem amigos golfinhos. Baleias comem camarão à beça. Baleias esguicham água e brincam muito.
Baleias cantam muito bem e tem até CDs gravados.
Baleias são enormes e quase não tem predadores naturais. Baleias são bem resolvidas, lindas e amadas.

Já as Sereias, se existissem viveriam em crise existencial: Sou um peixe ou um ser humano? Não tem filhos, pois matam os homens que se encantam com sua beleza.
São lindas, mas tristes, e sempre solitárias...

E o mais importante: Sereias não existem!!!!

Runner querida, prefiro ser baleia!"

Para ver: a “Mulher Invisível”. Maravilhoso. A perfeição é fruto da nossa imaginação. O Selton Mello está ALGO no filme!

Promoção Sebben: gente, estendemos mais uma semana a promoção das lentes de contato Sebben, para registrarmos esse e-mail que recebemos da Aline Zanella, e que realmente nos entusiasma a realizarmos alguma ação social!
“Resolvi escrever, pois tive uma experiência maravilhosa, em função do meu trabalho. Fui convidada para participar de uma ação Beneficente que o Lions Club de Guaporé estava organizando no Lar das Meninas Primo e Palmira Pandolfo, por estar comemorando 50 anos esse ano. Eu e várias outras empresas fomos até lá e ficamos todo o dia com elas. O intuito era "proporcionar" um dia diferente para elas, levar ensinamento, alegria, diversão, entre outras coisas. Mas quem saiu de lá diferente fomos nós. Todos que estavam lá, se comoveram com o carinho que aquelas meninas transmitiram para todos nós. Alegres, simpáticas, muito, mas muito carinhosas e falantes, nos mostrando que vale muito a pena tirar um dia da nossa semana, mês ou ano, para fazer esse tipo de trabalho, que faz um bem danado. E por isso estou escrevendo, para parabenizar e valorizar essas pessoas que aqui em Guaporé tem a iniciativa de promover essas atividades, que às vezes nem ficamos sabendo, mas com certeza existem muitas e que para alguns não significam nada, mas para outras pessoas são momentos inesquecíveis!”
Aline Zanella

Falando em Joalheria e Óptica Sebben, o Rodolfo dá a dica para quem quer sair desfilando os óculos maravilhosos usados pelos personagens da novela “Viver a Vida”: a Helena (Taís Araújo) usa Marc Jacobs, Diesel e Gucci (óculos lindos, enormes e maravilhosos!!!). Já o Marcos (Zé Mayer) usa Giorgio Armani, Hugo Boss e Empório Armani (quem sabe não esteja aí o segredo do homem mais pegador do Brasil, os óculos de sol!).

Semana que vem tem mais! Escreva, acesse meu blog e por favor, converse comigo... estou tãaao carente!

Michele@tl.com.br
Michelunardi.blogspot.com

Mural de Recados:

Meus amigos queridos! Esses últimos dias de outubro e primeiros dias de novembro marcaram o aniver de pessoas especiais! Beijos pra Cissa, pra Dani Lanzoni, essa loira poderosa, pro Marcito e pra minha lindona, a Vanessa! Glórias que a Vane fez 18 anos. Assim ela pode se responsabilizar por mim quando a gente sair na night!

Paz no Trânsito: foi emocionante mesmo a manifestação. Foi de arrepiar. Se essa conscientização tiver mudado a mentalidade de pelo menos uma pessoa, já terá valido a pena. Mas o trabalho continua!

Outro dia uma moça me escreveu dizendo que sem a coluna eu não seria nada! Ui! Sem coluna, eu seria invertebrada!

Baiano: ele diz que sou muito revoltada! É por isso que me revolto! Hahaha

Não dá nada gente... é só brincadeirinha! E adoro os homens mais velhos. A sabedoria não tem preço! Um quarentão é sempre uma boa pedida. Não se sintam chateados! O problema não é a idade. O problema é a promiscuidade! Sacaram?

Escrevam! Deixem seus recados após o sinal!
michele@tl.com.br