Devaneios tolos... a me torturar.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Qual a sua fantasia?


Gente, minha gente, quanta gente! Tive uma ideia brilhante! Teremos festa a fantasia no sábado no Clube União, não é verdade? Então... tenho uma proposta irrecusável!

Vamos TODOS tirar nossas fantasias, e que tal nos apresentarmos sem elas?

De início, a ideia pode parecer meio sem graça, mas garanto que seria um episódio para entrar na história dos 106 anos de Guaporé.

Raciocinem comigo...


Os pegadores da cidade poderiam tirar a fantasia e assumir, publicamente, que não passam de pessoas frustradas por nunca terem experimentado a sensação divina de amar alguém do fundo do coração!


O machão da cidade, saradão, poderia finalmente tirar a fantasia e contar pra todo mundo que seu bichinho preferido é o bambi (provavelmente a mãe do cara fazia ele assistir ao desenho do bambi comendo danoninho... deu nisso) e que sua cuequinha do piu piu tem um botõezinhos na parte de trás...

O empresário bem sucedido poderia assumir de vez quantos impostos sonegou, e rir bem alto, gritando: -Antes patrocinar meu carrão novo, do que patrocinar político corrupto!

Há... falando nisso, e que tal aquele político bem espertinho que você conhece... sim, ele poderia tirar a máscara de bonzinho e mostrar pra todo mundo que é vingativo e perseguidor daqueles que não pensam como ele!

E a amante que ninguém assume! Poderia tirar a fantasia de mulher paciente e controlada e gritar do alto do palco o nome e as preferências sexuais daquele carinha que finge ter uma vida corretíssima ao lado da esposa e filhinhos!

E a mulher do cara? Poderia tirar a fantasia de esposa compreensiva e satisfeita, que entende que o marido tem sempre “uma reunião de negócios”, e virar empresária do ramo de lingerie, sendo mais uma guaporense empreendedora a ser dona do próprio nariz.

E a gostosona da cidade? Ah... poderia tirar a fantasia e parar de fazer dieta, massagem, malhação e plástica! Assumir a barriga saliente, a celulite que insiste em aparecer, os cabelos brancos, a flacidez e gritar beeem alto: sou muito mais que um corpinho bonito!

A colunista poderia tirar a fantasia de sabe tudo e parar de dar palpite na vida e no comportamento dos outros, olhando para o próprio umbigo, não escrevendo nunca mais nem sequer o próprio nome diante de um computador!

Gente, iria ser o APOCALIPSE!

Guaporé, na noite da Festa a Fantasia, seria varrida do mapa e os guaporenses sumiriam da face da terra tal qual aconteceu aos dinossauros.

Sabem porque? Porque ninguém aqui é puro anjo ou demônio. Todo mundo tem vontade de explodir de vez em quando! De mandar o mundo pro lugar aquele!

Porque às vezes é muito cansativo representar um único papel quando somos múltiplos, quando os desejos mudam, quando os pensamentos mudam.

Porque no fundo no fundo somos emoção, mas como também somos seres racionais, obviamente não vamos assumir nossos instintos mais primitivos.

Mas não podemos negar que eles existem!

Existem e gritam de forma silenciosa em uma sociedade acostumada a viver de aparências e que aprendeu a não se rebelar para não ser diferente.

Em uma sociedade onde infelizmente, no fundo no fundo, as pessoas ainda acreditam que “quem é diferente não é normal”.


Seria o fim dos tempos.

Sabem porque? Simplesmente porque o mundo não está preparado para PESSOAS DE VERDADE!

As sociedades criam seus próprios ídolos perfeitos, e não conseguiriam viver sem eles.

É claro que exagerei na dose, mas escrevi tudo isso, para dizer que precisamos parar de representar e devemos assumir quem somos, o que queremos, o que nos faz feliz!

Sem máscaras. Sem fantasias.

Pessoas que usam máscaras o tempo todo são potencialmente perigosas.

E tem mais:

Assumir quem você é pode doer nos outros. Mas não assumir, vai doer, para sempre, em você!

Mudando ( e não mudando de assunto): bom, como minha ideia inicial não seria de “bom tom”, é melhor mesmo voltarmos à boa e velha fantasia de fada, bruxa, duende, super herói, enfermeira...

Mas o que me deixa feliz, é que os guaporenses sempre vão além das expectativas. Então, vocês com certeza vão se surpreender com a criatividade de algumas fantasias na festa do Clube. Só a chegada da galera aí pela praça já é um ACONTECIMENTO!

Mais uma vez teremos diversão garantida. Ah... quem quiser ficar mais traquilo, fora do tumulto da geral, o Tamar tem camarotes VIPs com mesas, serviço de garçom e mordomias! Procurem ele! E divirtam-se!
E se vocês não enxergarem essa colunista, não se preocupem! Minha fantasia é de Mulher Invisível!

Depois me contem como foi a festa! Um beijo, escrevam tá?



E pra fechar com chave de ouro, quero dizer, que nesta coluna só falamos a VERDADE! Como diz meu filósofo preferido, Homer Simpson: Eu não minto, apenas faço ficção com a boca.

Michele@tl.com.br
Meu Blog: michelunardi.blogspot.com
No twitter: twitter.com/MicheLunardi

4 comentários:

  1. Oi, Miche! RSRS... Ontem passei alguns momentos em frente ao Clube antes das Festa á Fantasia... Tinha lido teu blog ontem a tarde e daí me lembrei que irias de Mulher Invisível... De fato, não consegui te ver lá... Mas que tinha muita menina com "Roupa Invisível" ah, isso tinha! RSRSRSRSRSR... Beijos...!!!

    ResponderExcluir
  2. "...hahaha, homem invisível também tinha bastante. Aliás porque uma quaqntidade consciderável de "homens"adoram se vestir de mulher nestas ocasiões???"

    ResponderExcluir
  3. hahaha gente socorro!!! Ainda bem que não estou só, nessas minhas "observações" um tanto "venenosas" rsrsrsrs

    ResponderExcluir