Devaneios tolos... a me torturar.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Faça valer a pena!






Oi geeente! Nestas últimas palavras de 2009... quero agradecer a todos os meus queridos amigos, que preocupados com minha saúde e bem estar, me enviaram correntes que mudaram minha vida! E não foram poucas... muito, muito obrigado pelas 4.512 correntes que me foram enviadas até agora!!! Neste ano, graças a elas, tomei algumas atitudes que mudaram minha vida:




1. Já não saco dinheiro em caixa eletrônico porque vão colar um adesivo amarelo ou jogar uma linha no meu ombro e quando eu dobrar a esquina vão me roubar;



2. Já não tomo coca-cola porque me avisaram que serve pra limpar mármore e que um cara caiu no tanque da fábrica e ficou totalmente corroído;



3. Estou como uma inhaca de gambá violenta porque desodorante causa câncer de mama;



4. Não atendo meu celular com medo que alguém peça para digitar 55533216450123=t4rh2 e eu tenha que pagar uma fortuna de ligação para o Irã, ou então ouça um analfabeto dizer que sequestrou minha filha enquanto um outro analfabeto bandido fica gritando …..ai mãe, ai mãe (Sendo que não tenho FILHOS!)

7. Não como mais Bigmac pois é feito com carne de minhoca com anabolizante;

8. Não como mais carne de frango ou chester pois os frangos foram alterados geneticamente, tomam hormônios femininos e tem seis asas, oito coxas e não tem bico, penas nem cabeça;



9. Refrigerante em lata, nem pensar!!! Tenho medo de morrer de leptospirose do xixi do rato;

10. Não tenho mais nenhum tostão pois doei tudo para a campanha em prol da operação da Nildinha, que é uma menina que precisa fazer uma operação urgente, que só tem mais dois meses de vida (desde 1993);

11. Escrevi em 500 notas de R$1,00 uma mensagem para a Nossa Senhora da Frieira, para me dar muito dinheiro e distribui por aí; (RESULTADO: perdi 500 e não paguei uma conta)

12. Este mês devo receber o meu celular ericsson, por ter repassado os e-mails para 2.366 amigos, e mês que vem recebo os US$1.000,00 da AOL e da Microsoft, além do Notebook, da Ferrari e dos prêmios da Nestlé;

13. Não bebo mais refrigerante Kuat, pois ele tem uma substância que causa câncer;

14. Jesus e Nossa Senhora já devem estar morando lá em casa de tanta visita deles que recebo por email;

A TODOS MEUS AMIGOS, FAMILIARES E CONHECIDOS....

Para todos aqueles que em 2009 me passaram correntes dizendo que, se eu as reenviasse, ia ficar rica ou milionária, informo que NÃO FUNCIONOU! Em 2010 por favor mandem dinheiro, presentes, vales de gasolina, tickets, etc... rsrsrsrsrs

Meus queridos... respeito a crença de cada um... mas vamos combinar! Nada cai do céu.

Quer dinheiro? Vai trabalhar.

Quer amor? Aprenda a amar.

Quer respeito? Aprenda a respeitar.

Quer paz? Procure por ela dentro de você.

Quer saúde? Tenha hábitos saudáveis.

Vocês acreditam em MILAGRES? Eu acredito. Tudo é milagre. Acordar. Respirar. Se apaixonar. Estar vivo. Estes são nossos milagres diarios. O resto, depende única e exclusivamente de nós.

O Ano Novo pode até ser um recomeço. Pode dar essa sensação. Mas todo o dia pode ser um recomeço. Desde que estejamos dispostos a mudar o que está errado em nossas vidas.

Fora isso, as passagens, os rituais, as promessas, as correntes... são apenas simbolismos...

Mas... pra não dar chance pro azar... calcinha vermelha pra atrair paixão, vestido amarelo pra atrair riqueza, sementes de romã pra ganhar dinheiro, pular sete ondas pra ter sorte, banho de sal grosso pra me livrar do azar, figa pra fugir do mau olhado, alho pra não atrair vampiro... ops... não alho não... porque Vampiro tá na moda!

Ou seja! Vamos lá! Comer galinha, arrotar peru, beber todas em homenagem a 2010, ganhar presente porcaria de amigo secreto, brigar com a parentada no Natal, ficar de ressaca uma semana, pra entrar no Ano Novo com preguiça e ficar preguiçoso o ano inteiro!

Isso é que faz a alegria da vida! Rever amigos e reunir a família, nossas maiores riquezas e nossos maiores presentes!

Feliz Ano Novo, e seja o que Deus quiser!

Neste ano de 2009 fiz muitos amigos, recebi muito carinho de pessoas que sequer tive a oportunidade de ver pessoalmente. Essa é a grande magia de trabalhar em um meio de comunicação. A interatividade. Através do meu Blog, na rádio ou no jornal, as pessoas reagem, ficam indignadas, concordam, discordam, opinam... Me ajudam a observar as coisas por diferentes ângulos e é isso que faz as pessoas crescerem. Obrigado a todos que perderam (ou ganharam) um tempinho manifestando suas opiniões através de um e-mail, uma mensagem, uma conversa ou uma ligação.



Desejo do fundo do coração que sejamos, como sociedade, mais tolerantes, mais unidos, mais confiantes, mais positivos...



Um beijo no coração de todos vocês, que eu amo de paixão.

E uma última mensagem:

FAÇA 2010 VALER A PENA!



Entrem em contato comigo:

Michele@tl.com.br

Michele Lunardi- no Orkut


Michelunardi- no Twitter



E a frase do ano: Em 2010 não gaste todo seu dinheiro em Viagra, ou vai acabar ficando duro.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009



Há tantas violetas velhas... sem um colibri...

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Não responda nunca meu amor...


Será que estamos prontos para viver as respostas?


Tem uma pessoa para a qual sempre faço, há anos, as mesmas perguntas. E juro que ela tenta me explicar, mas eu jamais consegui entender, ou realmente acreditar que os reais motivos contidos na resposta pudessem ser tão importantes a ponto de me convencerem de que aquela resposta que eu recebia era a melhor para minha vida. Agora, que já não vivo mais pela resposta de ninguém, ou que talvez tenha aprendido que a reposta nem é tão importante assim... e que a vida segue sempre com novas perguntas... cai no Blog da Ka e achei esse texto, que é da Carol Teixeira. Genial.
Deixo pra vocês meus amados.


“Seja paciente com tudo o que não esteja resolvido em seu coração e tente amar as perguntas por elas mesmas, como quartos trancados ou livros escritos em uma língua estrangeira. Não busque as respostas que não podem ser dadas pois você não seria capaz de vivê-las. E a questão é viver tudo. Viva agora as perguntas e talvez, algum dia, sem perceber, você viverá as respostas.”

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

A Feia Feliz!

Oi geente!


Li a carta da atriz Leila Lopes, que cometeu o suicídio, e em um trecho ela dizia "Eu não quero envelhecer e sofrer". Lembrei de quantas belas que morreram jovens... e tiveram a beleza etenizada.
Pensei comigo mesma: ser linda às vezes pode ser um castigo.


Outro dia, bem cedinho de manhã entrevistei uma das mulheres mais lindas da minha cidade. A coitada estava destruida. Trabalhara até de madrugada e caiu da cama cedinho, sem maquiagem, para a tal entrevista.


Meus colegas de trabalho já disseram: ela nem é tudo aquilo que falam. Está acabada.

Então, recebi um e-mail de algumas atrizes lindas de Holywood, sem maquiagem, em momento “normal”, e todo mundo fica afirmando: viram, fulana só é bonita produzida. Ou... bonita nada, ela é puro “photoshop”.

Os homens mais bonitos que conheço, namoram, ou são casados com lindas mulheres. Isso é normal. Mas tem pelo menos dois ou três que são lindos, ricos, inteligentes (e com todas aquelas qualidades que muitos julgam essenciais) e são casados com feias.

Esteticamente feias. E sabem os comentários que escuto?- Nossa, fulano deve amar muito fulana. Ela deve ser uma mulher e tanto, porque é tão feinha... com um homem tão lindo!

Somando isso tudo, chego a conclusão que as feias são mais felizes. Podem ser elas mesmas o tempo todo. Sair sem maquiagem, com cabelo desgrenhado, com a cara de ressaca... enfim... como vieram ao mundo.

Porque não precisam carregar nas costas o peso da opinião pública de que precisam estar lindas e jovens 24 horas por dia.

Esse “peso” que muitas belas carregam, as tornam infelizes. Com pânico de envelhecer ( e se tornam bonecas de borracha de tanto silicone e botox), com pânico de sair sem maquiagem, dar um mergulho no mar e deixar-se secar naturalmente ao sol, com medo de viver uma vida de verdade, sem belas roupas e lindas produções.

Ser LINDA não é tarefa fácil...

As feias, as invejam e torcem para que fiquem feias. As bonitas, se espelham nelas, para se iludirem achando que “se fulana aos 60, parece ter 30, eu também posso ficar assim”.

Todo mundo acha que uma mulher bonita é burra. Ou vazia. Para ser valorizada além da aparência, uma mulher bonita precisa se esforçar ao cubo! Muitos relacionam beleza à futilidade. E nem sempre é assim.

Geralmente, os mais feinhos cativam pela boa conversa, pelo senso de humor, pela inteligência. Mas um belo... parece que a única coisa que esperam dele... é ser belo.

E aí... novamente, falta a verdade da vida: o que realmente importa! A essência.

Todo mundo acha que o horror neste mundo de perfeição, é ser feio. Mas eu acho que ser feio ou bonito, não importa. O importante é ser feliz!

A Rafaela me mandou um texto da Martha Medeiros, repasso para vocês, e isso confirma uma suspeita que sempre tive... na hora de fazer amigos, na hora de se apaixonar... nós mulheres temos os olhos no coração...



FEIOS, PORÉM LINDOS


“As feias que me perdoem, mas beleza é fundamental". Era um poeta maravilhoso, esse Vinicius de Moraes, mas deixou imortalizada uma frase que jamais sairia da boca de uma mulher. Aos feios, as mulheres dão boas vindas, desde que por trás do olho que não é azul e do corpo que não é atlético haja bom humor, inteligência e sex appeal.



Nunca veremos Brad Pitt e George Clooney namorando feinhas, mas já vimos Julia Roberts casar com Lyle Lovatt, um músico que tinha o rosto decorados com crateras, e a estonteante Sharon Stone desfilar com baixinhos barrigudos até contrair matrimônio com um senhor que mais parece um boneco de cera. Há quem defenda a idéia de que mulheres casam com qualquer um, desde que tenha poder ou dinheiro. Poucas. Não foi o caso de Julia Roberts nem o de Sharon Stone, ricas e poderosas por si só, e também não é o caso de muitas Lucias, Andreas, Cristinas, Danielas, Fernandas e Jussaras anônimas. Mulheres preferem ser amadas do que invejadas.



Essa história de beleza tem a ver com atração, que tem a ver com "a primeira impressão é a que fica", que tem a ver com inícios de relações. Se a garota for um canhão, as chances de conquistar um deus são quase zero (é uma generalização, toda regra tem exceções). Já se o garoto for feio, porém espirituoso, talentoso e autoconfiante, pode descolar o número do telefone da Marisa Monte. Lembrem-se que ela já namorou o Nando Reis, dos Titãs. Alguma coisa ele tem de lindo.



Mick Jagger é raquítico e branquelo. Gerald Thomas é raquítico, branquelo e usa óculos. Woody Allen é raquítico, branquelo, usa óculos e está quase careca. Apesar desse quadro de horror, sei de muita mulher que não os expulsariam da sua cama. Será que elas nunca ouviram falar em Mel Gibson, Antonio Banderas, Pedro Bial? Elas nunca ouviram falar é que beleza garanta o conteúdo.



Mulher tem faro, não se contenta com a embalagem. É bem mais comum ver uma mulher linda acompanhada de um homem aparentemente sem graça do que o contrário. Não é (só) porque a concorrência é implacável e nos contentamos com o que sobra. É porque mulher tem raio-x: consegue olhar o que se esconde lá dentro. Se além de um belo coração e um cérebro em atividade ele ainda for apetecível, é lucro. Pena que a recíproca raramente seja verdadeira. Economizaríamos fortunas em cabeleireiros e academias se os homens fossem direto ao que interessa, na alma e no espírito, para os quais não adianta maquiagem.

Martha Medeiros

sábado, 12 de dezembro de 2009

Ó Paí Ó


Ó Paí Ó!
Oi geeeente!!!!


Tô voltando da Bahia com a corda toda pra debater com meus cultos leitores sobre as diferentes culturas do nosso amado Brasil, salve, salve!

Se tem uma coisa na vida que eu AMO é viajar. Encaro qualquer parada por um programa diferente, longe da rotina e de preferência em algum lugar que ainda não conheço.

Fui passar uns dias em Salvador, porque também sou apaixonada por história do Brasil e o berço do Brasil Colônia está na Bahia, com a preservação de marcos históricos, igrejas, fortes, cidades históricas.

O nosso Brasil brasileiro tem lugares para todos os gostos, cores e amores, mas o que me surpreende é a cultura diferente de cada lugar que visito. Salvador é linda, maravilhosa, povo simpático, prestativo, educado e divertido... mas também tem muita gente porca!!!


Em alguns pontos a beira mar tem um cheiro insuportável de xixi. E xixi fervendo no sol, acumulado nas calçadas é realmente algo não muito agradável ao olfato. Nos principais pontos turísticos, como o Elevador Lacerda, quase vomitei devido ao mau cheiro. O povo vai tirando os documentos pra fora e fazendo xixi pelos cantos!

Há também uma legião de pedintes. Geralmente moradores de rua, muitas pessoas com alguma deficiência física, problemas de saúde, que andam esmolando e se grudam nos nossos braços pedindo dinheiro de forma muito insistente.

Perguntei sobre a questão da saúde pública e serviços sociais e sobre esse povo todo que fica dormindo nas calçadas... e me responderam que a grande maioria tem família, ou poderia frequentar abrigos públicos, mas devido ao problema do vício em crack, ou por simples falta de vontade de trabalhar, andam por aí... vagando e dormindo pelos cantos.

Eu não estou generalizando, mas esses dois fatores negativos devem influenciar a opinião do turista quando questionado sobre Salvador.

Os vendedores ambulantes são insistentes, você acaba comprando para que eles larguem do seu pé! São cinco ou seis ao seu redor oferecendo todo o tipo de badulaque possível e imaginável.

Mas nem isso tira o brilho da capital Baiana. Porque conhecer a orla, os prédios históricos, as Igrejas de beleza indefinível, os Faróis, e os Fortes, além das praias paradisíacas, compensa essa má impressão.

O Pelourinho foi o lugar mais encantador que já estive, em se tratando de cultura. Aquela cidade colonial preservada, o som do Olodum, os corredores, as ladeiras, o colorido das casinhas e a história, principalmente do sofrimento e das injustiças sofridas pelos negros, arrepiam a alma. Não dá para descrever, só para viver esta emoção.

Estive em Morro de São Paulo, uma ilha paradisíaca, sem nem um carro ou moto, sem acesso senão de barco ou lancha, com areia branquinha, água verdinha e quente e um povo maravilhoso. Dá vontade de fugir do mundo e se estabelecer em uma casinha na praia... vendo a vida passar em ondas, como o mar...

Para se ter uma ideia, só no transporte da agência de turismo, rumo a Morro de São Paulo, se encontravam brasileiros do Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas, e do exterior, turistas da Itália, Chile, Argentina, Suécia, Japão e Dinamarca.

O turismo no nosso país é um grande negócio que só tende a crescer. Falo isso, porque Guaporé também engatinha no turismo, rumo a grandes conquistas. E por onde passo, observo como o turismo deve ser exercido por todos.

Turismo passa pela boa educação do povo, pela limpeza dos locais turísticos, pela boa comida, pelo transporte, pelos hotéis, pelo bom serviço público, pelo comércio, pela UNIÃO. Aprende-se turismo, sendo turista. Porque só sendo bem recebido e bem tratado é que se tem a real dimensão do quanto isso é fundamental para que alguém RETORNE.

Deixo essa mensagem para que como sociedade, possamos evoluir nesse sentido. E trabalharmos juntos para que possamos colher os bons frutos desse ótimo negocio chamado turismo!

E viva o nosso país, mesmo com seus abismos culturais e econômicos. Que possamos superar essas dificuldades que vem desde o Brasil Colônia, com o privilegio de uns em detrimento de outros, com a exploração da grande massa para privilegiar a minoria rica. Que a EDUCAÇÃO, possa cumprir seu papel de desenvolver a sociedade de forma mais igual, humana e digna. Espero que não leve mais 500 anos para isso aconteça!!!

Mas... mudando de assunto...

Boicote! Sabem o que isso significa? Boicotar alguém significa punir, constranger, criar embaraços aos negócios. Escrevo sobre isso porque uma leitora muito querida me escreveu dizendo que tem algumas pessoas que acham que esta coluna deveria ser “boicotada”. Respeito quem não gosta de mim, afinal ninguém é amado por todos. Mas o que me irrita em Guaporé é a cultura do boicote. Em todos os setores: no comércio, na sociedade, na política, na prestação de serviços, nas empresas etc, etc, etc... quando uma pessoa não gosta da outra, ao invés de simplesmente fingir que essa outra pessoa não existe, e cuidar da própria vida... a primeira atitude que se tem é formar “um grupinho” para boicotar.

Não compre naquela loja, não frequente aquele bar, não faça negócios com fulano, avise todo mundo que beltrano não vale nada. Não interessa se o serviço é bom, se a pessoa está trabalhando com profissionalismo, com dedicação... Lá vem boicote. Pois saibam que, na minha opinião, só os ignorantes boicotam. Os incompetentes boicotam. Os fracassados boicotam.
Triste fim de Policarpo Quaresma. E depois querem que Guaporé cresça. Sem querer, estão boicotando o desenvolvimento da sociedade.

Muito legal!!!!! Inscrita no 15° PRÊMIO AVON COLOR DE MAQUIAGEM no portal de maquiagem do Avon chamado CONEXÃO BEAUTY ART, a Dani Lanzoni, encontra-se entre as 10 finalistas a nível nacional. Foram 8,5 mil trabalhos inscritos. De 11 de dezembro até 17 de janeiro estarão escolhendo a voto popular no site www.portaldemaquiagem.com.br os melhores trabalhos. O Prêmio é considerado o Oscar da maquiagem, e a colocação já representa uma grande vitória! Então, acesse agora mesmo e vote!

Ah... mas claro que vai ter gente boicotando rsrsrsrs


Gente.... escrevam e não me boicotem, ok? Michele@tl.com.br
Beijos no coração!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Eu não presto...


Oi geeente! Vou publicar nessa semana mais uma confissão íntima.

EU NÃO PRESTO!

Eu sei que vocês devem estar pensando... “Eu já sabia.”

Na verdade todo mundo sabe. Meus pais, perceberam desde cedo. Meu namorado sacou na hora. Meus amigos, aos poucos vão descobrindo...

E quer saber, eu sempre soube.

Nunca prestei pra ser alguém comum. Sempre quis ser alguém especial. E quem não quer?

Nunca prestei pra burra. Por isso sempre soube observar tudo e todos, e estudar. E continuar estudando a vida toda.

Nunca prestei pra dona de casa. Até tentei, mas precisei queimar muito arroz e comer muito ovo frito nos tempos da faculdade pra descobrir que não era minha praia. Gostaria de ser mais talentosa.

Nunca prestei para ser sustentada, bancada, escorada, ou coisa parecida. Acho que quando você tem uma boa profissão, quando você se sente útil, e seu trabalho serve de ponte para a realização dos seus sonhos, isso deixa você se sentir livre. Aí sim, você está pronto para dividir a vida com alguém.

Ah... nunca prestei pra motorista. Infelizmente.

Nunca prestei pra ser mal educada, grossa, ou desagradável com as pessoas. Muitas pessoas já me humilharam e eu revidei com um sorriso.

Nunca prestei pra santa. Não nasci pra Virgem Maria.

Nem presto pra prostituta. Jamais conseguiria deixar alguém encostar em mim sem sentir algo especial.

Não presto pra ser feita de boba. Se alguém me faz, é durante o tempo exato que durar minha cegueira. Mas ao abrir os olhos, sei ser fria e racional para terminar com qualquer tipo de relação. Mesmo que o corte me doa na carne.

Não presto pra mentirosa. Já menti, feio e bastante. Mas a mentira me incomodou tanto, que passei a não gostar de mim mesma e a me condenar, antes que alguém o fizesse.

Eu sou meu próprio Juiz. E sei que ninguém é perfeito. Nunca prestei para a perfeição.

Mas também não presto para ser taxada disso ou daquilo. E há muito deixei de taxar as pessoas.

Queridos meus, amados leitores, vou dizer uma coisa pra vocês: Eu não me presto a nenhum tipo de papel que meus princípios não concordem.

E sei, que nessa cidade, tem um montão de mulheres e de homens que não prestam, assim como eu.

E afirmo com certeza: as pessoas que não prestam... SÃO AS MELHORES!

Escrevi sobre isso, porque infelizmente ainda hoje, nas rodas, nas reuniões de amigos, na esquina da praça, na missa, e onde quer que seja que as pessoas se reúnam, ainda ouço muita gente falando sobre o que não sabem e rotulando quem não conhecem. Seria um grande passo para o desenvolvimento de Guaporé se isso acabasse.

Mas como não vai acabar nunca... pelo menos que aprendamos a não nos deixar atingir pelas más línguas dos outros.

Porque só assim seremos mais felizes... porque para a felicidade... NÓS PRESTAMOS!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Um ano de Informativo Regional! Obrigado leitores amados!


Oi geeente! Essa é uma edição muito especial do Informativo Regional! Estamos completando um ano ao lado dos leitores mais inteligentes, de maior bom gosto e de uma paciência infinita!

Sim, porque ao longo deste tempo, ninguém me abandonou! Nem nos momentos de maior revolta, nem nos momentos de besteirol altamente cultural que eu escrevi nesta página!

Obrigados meus príncipes e princesas! Vocês são tudo de bom!

Bom... vou aproveitar essa edição comemorativa para dizer que não é fácil ser vidraça em Guaporé. Fácil é ser pedra.

Por isso, muitas vezes fazemos críticas e esquecemos da nossa auto análise, esquecemos que uma atitude pode ter sido motivada por inúmeros fatores, e que uma notícia é um fato. Porém a verdade dos fatos pode ser múltipla. Depende de quem conta a história.

Nós, jornalistas do interior, temos uma missão de muita responsabilidade: apresentar todos os ângulos de um fato, para que nossos leitores possam, por si só, formar sua própria opinião.

Mas é muito difícil apresentar as notícias nuas e cruas. Principalmente porque nas cidades pequenas todos os personagens fazem parte de nosso círculo social. São nossos vizinhos, nossos amigos, nossos parentes! As notícias são VOCÊS!!!

Quem é imprensa no interior é meio heroi. Meio bandido.

E a vida não é fácil: você escreve uma reclamação contra a prefeitura, cai um bando de partidários em cima de você afirmando que você é de tal partido político. Sem falar que vem a pressão do corte de verba, do investimento somente no veículo que “não fede e não cheira”.

Você escreve uma notícia a favor da prefeitura... e lá vem você sendo taxado de vendido ao Poder, de puxa saco, de lambe botas. Há... e a oposição então corta as verbas.

Muitas e muitas vezes nos submetemos a narrar somente um lado da história. É assim quando prestamos serviços à prefeituras, ou a políticos, ou a personalidades que precisam “vender seu peixe”. Não se trata de mentir ou enganar. Trata-se apenas de mostrar fatos positivos. Destaca-los. Não é crime, não é vergonha. Faz parte da profissão também.

Vergonha é mentir, enganar e ludibriar o povo. Vergonha é negar e esconder fatos. Vergonha é utilizar a mídia para difamar alguém, humilhar e levantar falso testemunho. Isso é vergonha.

Por isso não me envergonho do meu trabalho. Nunca me prestei a tal papel (e olha que já trabalhei para muitas pessoas em campanhas eleitorais, na confecção de material de divulgação de prefeituras e como assessora de imprensa). Por isso tenho tanto orgulho em trabalhar aqui, no Informativo Regional.

Porque desde o primeiro momento, a liberdade de expressão, a liberdade de imprensa foi respeitada pela Jô, nossa chefinha.

Nunca recebi dela uma recomendação de escrever vangloriando esse ou aquele, nunca tive uma pauta barrada, ou uma matéria “modificada” com a finalidade de poupar esse ou aquele.

E sempre, sempre, que alguém se sentiu ofendido, ou quis rebater alguma informação, o espaço para o direito de resposta foi dado.

Quando escrevi algo que alguém não gostou, recebi a crítica sem mágoa, sabendo que nem Jesus agradou a todos.

Até tenho um sentimento especial pelos leitores revoltados. Nós mulheres somos assim, temos curioso interesse pelos que nos tratam mal...

Quero neste um ano ao lado de vocês leitores, reafirmar uma frase famosa que diz: “Escolha trabalhar em algo que goste, e não precisará trabalhar nem um dia sequer.”

É verdade. Tenho me divertido muito, aprendido muito e feito muitos amigos por aqui. Vida longa ao Informativo Regional. Que possamos cada vez mais trabalhar com liberdade, com responsabilidade, com respeito.

E que o jornalismo do interior se torne cada vez mais profissional... e que as pessoas possam compreender que mesmo nas críticas... “não é nada pessoal”. Quem está ocupando um cargo público, está sujeito ao julgamento de seu trabalho.

E que finalmente, eu, Michele Lunardi, entre para a história da humanidade, como a PRIMEIRA JORNALISTA DO INTERIOR A FICAR RICA... só com seu salário! Hahahaha

Parabéns a todos que fazem o Informativo Regional, parabéns principalmente a todos os nossos leitores, a razão de ser do nosso trabalho!

Vamos apagar o bolo e comer a velinha... ops, apagar a velinha e comer o bolo!


Mudando de assunto: foi uma debandada geral da cidade! Muitos guaporenses correram para os cinemas mais próximos para a estréia de “Lua Nova”, da saga Crepúsculo. Gente, eu sinceramente, não sei se ficaria com o vampiro ou com o lobisomem!!! Não tem como não se apaixonar pela história da Bella!

Ó mundo tão desigual, tudo é tão desigual... ou,ou,ou,ou,ou...

Se pudéssemos transformar a população Mundial em uma vila com exatamente 100 pessoas, e mantivéssemos proporcionais os índices... a coisa ficaria mais ou menos assim:57 seriam asiáticos21 seriam europeus14 seriam do hemisfério ocidental (ambos, norte e sul)8 seriam africanos52 seriam mulheres e 48 homens30 seriam brancos e 70 pertenceriam a outras raças30 seriam cristãos70 seriam não cristãosApenas 6 pessoas possuiriam 59% das riquezas do mundo... 80 viveriam em moradias humildes
75 viveriam com menos de 2 dólares por dia
50 nunca teriam usado telefone30 seriam ANALFABETOS... (so If you are reading this, specially in another language, you already should be happy... )50 sofreriam de subnutrição1 estaria a beira da morte1 estaria perto de nascer1 teria nível universitário... UM1 teria computadorQuando olhamos o mundo de uma maneira tão reduzida, a necessidade de aceitação, entendimento e educação se tornam essenciais... Afinal, se você está lendo o INFORMATIVO REGIONAL significa que é uma pessoa de sorte... pelo menos com mais sorte do que bilhões de pessoas no mundo que não podem ler.


Tchau gente, fiquem conosco neste novo ano de Jornal que inicia!

"Uma imprensa livre pode, é claro, ser boa ou má, mas uma imprensa sem liberdade é sempre má." (Albert Camus)

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Eu sinto muito... será que sente?


Oi geeeente!!! Ando noveleira que dá gosto! Fiquei impressionada com as cenas da novela de Manoel Carlos envolvendo a Luciana, a Helena e a Tereza. Diante de uma tragédia, de um acidente, de uma perda... até que ponto você consegue sentir e apaziguar a dor do outro?

Quantas vezes você foi a um velório de alguém conhecido e abraçou os familiares dizendo:

Eu sinto muito....

Será que sente mesmo?

Eu, neste ano, passei batido o dia de finados, sem ir ao cemitério. Vi minha mãe preparando flores e organizando a visita aos pais dela já falecidos... Aí lembrei que outro dia, fui a um velório de uma pessoa importante para um amigo meu. Abracei meu amigo com força. Disse que sentia muito.

Mas logo depois fui tomar um sorvete...

Na manifestação pela paz no trânsito, promovida pelo Leo Clube, a professora Luli Marca, que perdeu o filho Marcelo em um acidente, disse uma coisa que mexeu comigo: - “Não adianta eu falar da minha dor. Só quem sofreu a mesma perda que eu, poderia entender”.

É verdade. Até imaginamos a dor dos outros. Mas só conseguimos sentir nossas próprias dores. E ninguém pode nos anestesiar delas.

Você já reparou que até nos comovemos, nos solidarizamos com a dor dos outros, mas e quanto a sofrer com elas? Quanto a perder noites de sono, quanto a deixar de fazer coisas que gostamos, ou que precisamos fazer no trabalho, para efetivamente fazer algo para ajudar alguém que está sofrendo... será que fazemos isso?

Eu não faço.

Sou algum tipo de monstro? Não, claro que não.

Sou da turma quase unânime que se solidariza, se comove, mas realmente não consegue viver a dor do outro. Poucos são aqueles que realmente se sacrificam por quem não conhecem. Que fazem algo efetivo para ajudar a curar as feridas do próximo.

Sentimos uma comoção superficial, e logo depois vamos cuidar de nossas vidas, de nossos umbigos.

Nossas relações se tornam rasas, sem profundidade. Possuímos mil amigos para o riso, nenhum para as lágrimas.

Uma multidão está conosco quando oferecemos alguma vantagem. Somos tão miseravelmente sós quando estamos em dificuldades sérias.

Os homens e as mulheres se envolvem uns com os outros sem realmente se importarem com o nível de sentimento que estão despertando. Por isso há tantas pessoas sofrendo sozinhas, por amor. Tendo que lamber suas próprias feridas, porque os relacionamentos se tornaram tão descartáveis, que ficou fora de moda esperar por alguém, acreditar em alguém, amar profundamente alguém.

É por isso que pregamos a amizade, a solidariedade, o companheirismo, e estamos cada vez mais isolados e sós. Porque é tudo da boca pra fora...

Pense com o coração: quem você ama de verdade? Por quem você deixaria de lado sua vida, para estar vivendo os dias mais escuros, pesados e difíceis da vida de outra pessoa?

Na doença, na dor, contamos com nossos filhos, nossos pais... As vezes nem com esses.

Grandes herois, gênios, pensadores e artistas se mantêm vivos para sempre devido a seus legados históricos.

Mas nós, meros mortais? Quem, em nosso círculo próximo, vai nos manter vivos na memória quando formos embora?

Quem irá separar nossas flores no dia de finados? Quem chorará sozinho e calado nossa ausência alguns anos depois?

A Martha Medeiros foi feliz em fazer uma crônica sobre a criatura que nos manterá vivos depois de nossa morte. Aquela pessoa que vai lembrar de você em todas datas marcantes, em todos os vazios que sua ausência deixará.

Mas eu estou preocupada com a criatura que nos manterá vivos enquanto estivermos vivos. Aquela que vai nos tirar do buraco da fossa, do fracasso, da doença, da invalidez, da loucura e da dor. Aquela mão que nos puxa para fora da escuridão.

Vamos começar escolhendo pelo menos uma pessoa a quem amar de verdade e profundamente. Vamos nos preocupar e sentir a dor do outro de verdade. De verdade. Vamos fazer a diferença na vida de alguém, e pelo menos para esse alguém, seremos fundamentais. Só assim, alguém, algum dia, sentirá que vale a pena sofrer por nós, ou conosco.


“ Dissestes que se tua voz...tivesse força igual... À imensa dor que sentes...Teu grito acordaria, não só a tua casa, mas a vizinhança inteira...” Renato Russo

Mudando de assunto...


Gente, recebi uma carta, de uma mãe loira, preocupada com seu filho. Eu, como estou mais solidária depois da minha crônica, resolvi publicar....
Meu querido filho Frederico...
“ Escrevo estas poucas linhas que é para saber que estou viva. Escrevo devagar porque sei que não gosta de ler depressa. Se receber esta carta, é porque chegou. Se ela não chegar, avisa-me que eu mando outra.
O teu pai leu no jornal que a maioria dos acidentes ocorre a 1 km de casa. Por isso, mudamo-nos pra mais longe.
Sobre o casaco que queria, o teu tio disse que seria muito caro mandar pelo correio por causa dos botões de ferro que pesam muito. Assim, arranquei os botões e coloquei-os no bolso. Quando chegar aí, pregue-os de novo.
No outro dia, houve uma explosão no botijão de gás aqui na cozinha. Teu pai e eu fomos atirados pelo ar e caímos fora de casa. Que emoção! Foi a primeira vez em muitos anos que o teu pai e eu saímos juntos.
Sobre o nosso cão, o Rexlino, anteontem foi atropelado e tiveram que lhe cortar o rabo, por isso toma cuidado quando atravessar a rua. Tua irmã Laura vai ser mãe, mas ainda não sabemos se é menino ou menina. Portanto, não sei se vai ser tio ou tia.
Hoje, teu irmão Valclinton me deu muito trabalho. Fechou o carro e deixou as chaves lá dentro. Tive de ir em casa, pegar a reserva para a abrir. Por sorte, cheguei antes de começar a chuva, pois a capota estava arriada. Se vir a Dona Rosinha, diz-lhe que mando lembranças. Se não a vir, não digas nada.

Um beijo, tua mãe.
PS: Era para te mandar os 300 reais que me pediu, mas quando me lembrei já tinha fechado o envelope.”

Gente... mãe é mãe! Hahaha


Depois dessa vou indo! Até a semana que vem príncipes e princesas!

Mural de Recados:
Primeiríssimo! Beijo pra minha amiga loira que me mandou esse e-mail! É muito divertido quando conseguimos levar a vida com bom humor!
Pra todos que me escreveram me defendendo! Quando alguém me xinga, sempre saltam alguns leitores em defesa dessa “colonista”. Uipiiiii! Obrigado, depois eu pago uma rodada no Pirigoso!
A Juliane Sonza!!!! Parabéns! Foi a vencedora da promoção da Joalheira e Óptica Sebben e ganhou lentes de contato coloridas! Falando em ganhar... a Joalheria antecipou o Natal, e na compra de seus óculos de grau você ganha um relógio Mondaine!
Giovani!!! Obrigado por escrever! Também sou da turma da verdade, da justiça e do amor!
Gente, contagem regressiva para o final do ano e virada antecipada com Tamar Promoter. Uma festa que faz a Ilha de Caras passar vergonha! No Pesque e Pague Giaretta! Dia 28 de novembro!!!


Que tudoooo! A Leila Moreno vai estar em Guaporé! Chique de doer! Ela é fera, adoro assistir Altas Horas e acompanhar o talento dessa mulher! Ela fez o seriado Antônia! Lembram? Vai estar aqui na festa promovida pelos meus amigos Márcio e Dani Lanzoni! É isso aí! Fazendo acontecer em Guaporé!


Fui! Me fucem, me escrevam, me acompanhem!
Orkut: Michele Lunardi
Twitter: twitter.com/MicheLunardi
Meu Blog: michelunardi.blogspot.com

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Qual a sua fantasia?


Gente, minha gente, quanta gente! Tive uma ideia brilhante! Teremos festa a fantasia no sábado no Clube União, não é verdade? Então... tenho uma proposta irrecusável!

Vamos TODOS tirar nossas fantasias, e que tal nos apresentarmos sem elas?

De início, a ideia pode parecer meio sem graça, mas garanto que seria um episódio para entrar na história dos 106 anos de Guaporé.

Raciocinem comigo...


Os pegadores da cidade poderiam tirar a fantasia e assumir, publicamente, que não passam de pessoas frustradas por nunca terem experimentado a sensação divina de amar alguém do fundo do coração!


O machão da cidade, saradão, poderia finalmente tirar a fantasia e contar pra todo mundo que seu bichinho preferido é o bambi (provavelmente a mãe do cara fazia ele assistir ao desenho do bambi comendo danoninho... deu nisso) e que sua cuequinha do piu piu tem um botõezinhos na parte de trás...

O empresário bem sucedido poderia assumir de vez quantos impostos sonegou, e rir bem alto, gritando: -Antes patrocinar meu carrão novo, do que patrocinar político corrupto!

Há... falando nisso, e que tal aquele político bem espertinho que você conhece... sim, ele poderia tirar a máscara de bonzinho e mostrar pra todo mundo que é vingativo e perseguidor daqueles que não pensam como ele!

E a amante que ninguém assume! Poderia tirar a fantasia de mulher paciente e controlada e gritar do alto do palco o nome e as preferências sexuais daquele carinha que finge ter uma vida corretíssima ao lado da esposa e filhinhos!

E a mulher do cara? Poderia tirar a fantasia de esposa compreensiva e satisfeita, que entende que o marido tem sempre “uma reunião de negócios”, e virar empresária do ramo de lingerie, sendo mais uma guaporense empreendedora a ser dona do próprio nariz.

E a gostosona da cidade? Ah... poderia tirar a fantasia e parar de fazer dieta, massagem, malhação e plástica! Assumir a barriga saliente, a celulite que insiste em aparecer, os cabelos brancos, a flacidez e gritar beeem alto: sou muito mais que um corpinho bonito!

A colunista poderia tirar a fantasia de sabe tudo e parar de dar palpite na vida e no comportamento dos outros, olhando para o próprio umbigo, não escrevendo nunca mais nem sequer o próprio nome diante de um computador!

Gente, iria ser o APOCALIPSE!

Guaporé, na noite da Festa a Fantasia, seria varrida do mapa e os guaporenses sumiriam da face da terra tal qual aconteceu aos dinossauros.

Sabem porque? Porque ninguém aqui é puro anjo ou demônio. Todo mundo tem vontade de explodir de vez em quando! De mandar o mundo pro lugar aquele!

Porque às vezes é muito cansativo representar um único papel quando somos múltiplos, quando os desejos mudam, quando os pensamentos mudam.

Porque no fundo no fundo somos emoção, mas como também somos seres racionais, obviamente não vamos assumir nossos instintos mais primitivos.

Mas não podemos negar que eles existem!

Existem e gritam de forma silenciosa em uma sociedade acostumada a viver de aparências e que aprendeu a não se rebelar para não ser diferente.

Em uma sociedade onde infelizmente, no fundo no fundo, as pessoas ainda acreditam que “quem é diferente não é normal”.


Seria o fim dos tempos.

Sabem porque? Simplesmente porque o mundo não está preparado para PESSOAS DE VERDADE!

As sociedades criam seus próprios ídolos perfeitos, e não conseguiriam viver sem eles.

É claro que exagerei na dose, mas escrevi tudo isso, para dizer que precisamos parar de representar e devemos assumir quem somos, o que queremos, o que nos faz feliz!

Sem máscaras. Sem fantasias.

Pessoas que usam máscaras o tempo todo são potencialmente perigosas.

E tem mais:

Assumir quem você é pode doer nos outros. Mas não assumir, vai doer, para sempre, em você!

Mudando ( e não mudando de assunto): bom, como minha ideia inicial não seria de “bom tom”, é melhor mesmo voltarmos à boa e velha fantasia de fada, bruxa, duende, super herói, enfermeira...

Mas o que me deixa feliz, é que os guaporenses sempre vão além das expectativas. Então, vocês com certeza vão se surpreender com a criatividade de algumas fantasias na festa do Clube. Só a chegada da galera aí pela praça já é um ACONTECIMENTO!

Mais uma vez teremos diversão garantida. Ah... quem quiser ficar mais traquilo, fora do tumulto da geral, o Tamar tem camarotes VIPs com mesas, serviço de garçom e mordomias! Procurem ele! E divirtam-se!
E se vocês não enxergarem essa colunista, não se preocupem! Minha fantasia é de Mulher Invisível!

Depois me contem como foi a festa! Um beijo, escrevam tá?



E pra fechar com chave de ouro, quero dizer, que nesta coluna só falamos a VERDADE! Como diz meu filósofo preferido, Homer Simpson: Eu não minto, apenas faço ficção com a boca.

Michele@tl.com.br
Meu Blog: michelunardi.blogspot.com
No twitter: twitter.com/MicheLunardi

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Aprenda com o lápis...


Cinco coisas que aprendi com o lápis!

1° : Você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer
nunca que existe uma mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade.

2° : De vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.

3° : O lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça.

4° : O que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você!

E Finalmente a : O Lápis sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços...

Paulo Coelho


"Há mais mistérios entre o Céu e a Terra do que sonha a nossa vã filosofia. " ( William Shakespeare )

sexta-feira, 6 de novembro de 2009


Você está vivo. Esse é o seu espetáculo. Só quem se mostra se encontra. Por mais que se perca no caminho.

*Cazuza

Sereia... ou baleia?!



Oi geeeente! Passei uma semana do cão. Sabe, cheguei a brigar até com as árvores, com as portas, com as pedras da rua. Geralmente descarrego a munição em quem mais gosto. Sou do tipo que acorda endiabrada e pensa: - Bom, quem é que eu vou infernizar hoje?

Mas a parte boa é que fico mais contemplativa e pensativa. Aí, estava assistindo a novela das 8 e cheguei a uma conclusão óbvia...

Mulher sofredora: não adianta puxar aqui, esticar ali, pendurar cabelo, pegar uma cor, fazer plástica, lipo, colocar silico, ser legal, simpática, companheira... porque de qualquer forma, a “chifraiada” vai te pegar.

Sim, a lição cultural do Brasil hoje é essa... quanto mais velho o homem, mais “EL COMEDOR” ele se torna.

Gente, reflitam comigo: o sessentão José Mayer, já beijou todas as atrizes da Globo das décadas de 60,70,80,90 e por aí vai. Mas não bastasse, o taradão na novela largou uma mulher culta, bonita e elegante, deixando para trás as filhas oficiais e um filho extra oficial. Mas como ele é GATO, logo casou com a mega super ultra top model mais desejada e badalada de todas as galáxias, a Helena. Mas... nem bem a coitada decolou para seu último desfile na Jordânia, o garanhão brasileiro já estava correndo pelado em uma praia deserta em Búzios.

Tudo bem... até entendo que ele não ia deixar a Giovana Antonelli passar batido. Penso que até eu beijaria ela na boca, dada tanta beleza... mas convenhamos!!

O que vai ser de nós meras mortais quando estivermos cansadas de ser gostosas e quisermos mesmo ficar tricotando no sofá? Nossos maridos sessentões vão estar se achando o máximo, vão pegar as malas rumo a Sampa, vestindo regata colante, óculos Ray Ban, calça jeans desbotada e corrente de prata no pescoço e vão sentar na primeira fila do São Paulo Fashion Week pra pegar as ninfetas mega models?

SOCORROOOOO! Pelo amor de Deus, parem de encher a bola desses homens. Deixem eles serem vovôs. Velhinhos caídos e ultrapassados. Podem até ser meio broxas... como antigamente.

Digo uma coisa pra vocês: pode até ser moda... mas não há nada mais deprimente que um véio assanhado dando pinta de garotão balançando um copo de wisky com olhar sedutor num canto de uma boate qualquer.

Mesmo que seja o Zé Mayer!!!!! (Se bem que ele ainda dá um caldo, vocês não acham meninas?rsrsrsrsrs)

Isso só pode ser a maldição do VIAGRA!

Mas não se preocupem... em breve a Lilia Cabral vai dar o troco na novela, lavando a alma feminina!

Mas mudando de assunto...

Agora, falando sério... estamos mesmo muito preocupadas em não envelhecer, não engordar, não enrugar, não sermos trocadas, não sermos mal amadas... estamos ficando bitoladas.

Recebi da Alexandra, esse e-mail maravilhoso que diz a verdade a respeito da “perfeição”... Tirem suas próprias conclusões.

A academia Runner colocou um outdoor em São Paulo que dizia o seguinte:

"Neste verão, qual você quer ser? Sereia ou Baleia?"

Uma mulher enviou a eles a sua resposta e distribuiu o seguinte e-mail: Ontem vi um outdoor da Runner, com a foto de uma moça escultural de biquíni e a frase: "Neste verão, qual você quer ser? Sereia ou Baleia?”
Respondo:
Baleias sempre estão cercadas de amigos. Baleias têm vida sexual ativa. Engravidam e têm filhotinhos fofos.
Baleias amamentam. Baleias andam por aí cortando os mares e conhecendo lugares legais como as Banquisas de Gelo da Antártida e os Recifes de Coral da Polinésia.
Baleias tem amigos golfinhos. Baleias comem camarão à beça. Baleias esguicham água e brincam muito.
Baleias cantam muito bem e tem até CDs gravados.
Baleias são enormes e quase não tem predadores naturais. Baleias são bem resolvidas, lindas e amadas.

Já as Sereias, se existissem viveriam em crise existencial: Sou um peixe ou um ser humano? Não tem filhos, pois matam os homens que se encantam com sua beleza.
São lindas, mas tristes, e sempre solitárias...

E o mais importante: Sereias não existem!!!!

Runner querida, prefiro ser baleia!"

Para ver: a “Mulher Invisível”. Maravilhoso. A perfeição é fruto da nossa imaginação. O Selton Mello está ALGO no filme!

Promoção Sebben: gente, estendemos mais uma semana a promoção das lentes de contato Sebben, para registrarmos esse e-mail que recebemos da Aline Zanella, e que realmente nos entusiasma a realizarmos alguma ação social!
“Resolvi escrever, pois tive uma experiência maravilhosa, em função do meu trabalho. Fui convidada para participar de uma ação Beneficente que o Lions Club de Guaporé estava organizando no Lar das Meninas Primo e Palmira Pandolfo, por estar comemorando 50 anos esse ano. Eu e várias outras empresas fomos até lá e ficamos todo o dia com elas. O intuito era "proporcionar" um dia diferente para elas, levar ensinamento, alegria, diversão, entre outras coisas. Mas quem saiu de lá diferente fomos nós. Todos que estavam lá, se comoveram com o carinho que aquelas meninas transmitiram para todos nós. Alegres, simpáticas, muito, mas muito carinhosas e falantes, nos mostrando que vale muito a pena tirar um dia da nossa semana, mês ou ano, para fazer esse tipo de trabalho, que faz um bem danado. E por isso estou escrevendo, para parabenizar e valorizar essas pessoas que aqui em Guaporé tem a iniciativa de promover essas atividades, que às vezes nem ficamos sabendo, mas com certeza existem muitas e que para alguns não significam nada, mas para outras pessoas são momentos inesquecíveis!”
Aline Zanella

Falando em Joalheria e Óptica Sebben, o Rodolfo dá a dica para quem quer sair desfilando os óculos maravilhosos usados pelos personagens da novela “Viver a Vida”: a Helena (Taís Araújo) usa Marc Jacobs, Diesel e Gucci (óculos lindos, enormes e maravilhosos!!!). Já o Marcos (Zé Mayer) usa Giorgio Armani, Hugo Boss e Empório Armani (quem sabe não esteja aí o segredo do homem mais pegador do Brasil, os óculos de sol!).

Semana que vem tem mais! Escreva, acesse meu blog e por favor, converse comigo... estou tãaao carente!

Michele@tl.com.br
Michelunardi.blogspot.com

Mural de Recados:

Meus amigos queridos! Esses últimos dias de outubro e primeiros dias de novembro marcaram o aniver de pessoas especiais! Beijos pra Cissa, pra Dani Lanzoni, essa loira poderosa, pro Marcito e pra minha lindona, a Vanessa! Glórias que a Vane fez 18 anos. Assim ela pode se responsabilizar por mim quando a gente sair na night!

Paz no Trânsito: foi emocionante mesmo a manifestação. Foi de arrepiar. Se essa conscientização tiver mudado a mentalidade de pelo menos uma pessoa, já terá valido a pena. Mas o trabalho continua!

Outro dia uma moça me escreveu dizendo que sem a coluna eu não seria nada! Ui! Sem coluna, eu seria invertebrada!

Baiano: ele diz que sou muito revoltada! É por isso que me revolto! Hahaha

Não dá nada gente... é só brincadeirinha! E adoro os homens mais velhos. A sabedoria não tem preço! Um quarentão é sempre uma boa pedida. Não se sintam chateados! O problema não é a idade. O problema é a promiscuidade! Sacaram?

Escrevam! Deixem seus recados após o sinal!
michele@tl.com.br




sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Eu vejo flores em você!


Eu vejo flores em você!!!

Oi geeente! Nós, habitantes guaporenses descendentes da espécie boca grande (já que adoramos falar do alheio e nos queixarmos), seguidamente reclamamos do clima, do frio, da chuva, do calor, do sol, do vento, da umidade... de tudo.

Mas a verdade é que somos privilegiados por termos a oportunidade de vivenciarmos as quatro estações. Assim temos a impressão de que sempre podemos recomeçar. É assim que me sinto nesta época do ano. Recomeçando.

Sinto o cheiro das flores, o sol parece ficar mais luminoso, as gostosas da cidade voltam a desfilar seus mondongos pela Sílvio Sanson, os barzinhos e calçadas ficam cheios... e que bom, Guaporé renasce.

Nós também queremos ficar com a aparência da nova estação! Fui no Salão da Mary e fiz uns banhos para tirar o branco da pele, já que me sinto com aparência de doente no inverno. Não gosto de torrar no sol, porque sempre fico vermelha feito camarão e cheia de manchinhas que uma vez chamávamos “belezas” e agora sabemos bem que de belas elas não tem nada. Por isso, prefiro alguns banhos artificiais por ano, que vão dando cor gradativamente e não me deixam vermelha, com a segurança de cumprir regras de saúde e nunca exagerar, evitando assim o aparecimento de câncer de pele e o envelhecimento precoce.

Uma cor mais saudável não é luxo, é sensação de bem estar!

Também voltei a caminhar, não porque quero emagrecer ou virar a miss gostosa guaporense 2010. Quero respirar. Parece que quando o ar da primavera entra nos pulmões, a gente se sente pronta para mais um ano.

Renasço no verão. Repouso no inverno. Muitas pessoas se sentem assim e agradecem por ter a oportunidade de mudar conforme o clima. Há aqueles que não mudam nunca. Mas tadinhos, não se dão conta de que na vida, nada dura para sempre.

Então vamos aprender a respirar a nova estação e fazer dela uma oportunidade para sermos melhores. E viva Guaporé no verão, com todas as peculiaridades e as barbaridades que só as ruas ao redor da Praça conseguem registrar!
Mudando de assunto...

Esse texto abaixo escrevo para uma leitora, que outro dia me mandou e-mail dizendo que tinha desistido de lutar pelo “homem da sua vida” e se sentia derrotada. Queridíssima... se ele fosse o homem da sua vida, estaria com você! Quem não nos ama, não pode ser nosso destino. Procure melhor, hein! De repente o seu amor verdadeiro está te esperando bem pertinho...
Desista, mas de cabeça erguida...
Na contra mão das frases feitas que afirmam que “quem acredita sempre alcança”, “desistir não é nobre”, e outras tantas filosofias que nos obrigam praticamente a não desistir JAMAIS... a vida mostra que chega uma hora em que é preciso desistir, sim.

Não falo em desistir na primeira tentativa, desanimar no primeiro obstáculo. Estou falando em não insistir quando realmente não dá mais.

A maior parte das pessoas não entende a sutil diferença entre lutar pelo que se quer e se tornar desagradável, burro ou teimoso. Principalmente no amor, mas também no trabalho e na vida, as pessoas não sabem a hora de parar.

Se ele já percebeu que não ia dar certo e te falou isso com todas as letras, ou se não corresponde a suas expectativas e necessidades, por favor, parta para outra. Mas de coração aberto. Não fique inventado desculpas para um encontro, enviando presentes, ligando na madrugada, aparecendo nos lugares em ele costuma ir. Isso não faz ninguém amar ninguém.

Se você quer ser médico e nos últimos 10 anos não passou no vestibular, que tal deixar o cursinho de lado e encontrar um outro trabalho que te dê prazer, ao invés de se achar o eterno médico fracassado?

Se você se esforça para ser o melhor, dedica-se de corpo e alma, e há anos não consegue agradar seu chefe, conquistar a promoção sonhada ou o aumento salarial, que tal se dar conta de que talvez a empresa não te mereça, e cair fora?

Às vezes a teimosia traz a conquista, mas a que preço?

Acredite, essas conquistas na marra, vão trazer mais infelicidade do que alegrias. Tem uma frase que diz: Cuidado com o que deseja... você pode conseguir.

Porque é feio desistir? Porque é humilhante reconhecer que perdemos? Porque estamos alimentando os egos e fazendo com que as pessoas pensem que são tão incríveis que não podem receber um não?

Na minha infância me ensinaram que receber um não era educativo. E que era correto saber aceita-lo.

Por favor!!!! Desistam de mim se não dou amor, atenção, carinho ou o respeito que vocês merecem. E eu prometo desistir sem mágoa daqueles que não podem correspondem às minhas expectativas.

Acreditem, é possível desistir de cabeça erguida.
“Em toda a vida, nunca me esforcei por ganhar nem me espantei por perder. A noção ou o sentimento da transitoriedade de tudo é o fundamento mesmo da minha personalidade.”
Cecília Meireles
(...) farei o possível para não amar demais as pessoas, sobretudo por causa das pessoas. Às vezes o amor que se dá pesa, quase como uma responsabilidade na pessoa que o recebe. Eu tenho essa tendência geral para exagerar, e resolvi tentar não exigir dos outros senão o mínimo. É uma forma de paz...
Clarice Lispector

Geeente!!! Vocês estão pensando na fantasia que vão usar no Clube dia 14 de novembro? A festa mais divertida da cidade está se aproximando e a cada ano a criatividade dos guaporenses me surpreende!

Sebben: semana que vem eu informo o nome do vencedor da promoção da Joalheria e Óptica Sebben aqui na coluna. Já entreguei para o Rodolfo o nome de todos os que participaram e o sorteio vai ser feito na loja. Obrigado a todos que escreveram e deixaram suas opiniões registradas. Agora, na Joalheira e Óptica Sebben, as promoções continuam! Na compra do óculos de grau você ganha um relógio Mondaine!!! Obaaaaaaaaaa! Ah... no espaço para a moda, dá uma olhadinha nas dicas de óculos de sol!

Fico por aqui... semana que vem tem mais! Escrevam para:
michele@tl.com.br

Mural de Recados:

Geeeente! Participei de uma festa na última sexta... com direito a GO GO BOYS e tuuuudo! Os gatinhos contratados para a alegria das mocinhas, literalmente nos fizeram dar piruetas no ar! Agradeço o convite da mocinha que nos proporcionou uma noite espetacular, e também mandar um beijo a todas as outras mocinhas que dançaram até o chão na festa, sob supervisão atenta dos maridos e namorados, claro (eles também foram convidados!). Uma noite memorável, mas a melhor parte não é publicável... hahaha

Beijooo! Para a Cristiane Bortolini! Amadaaa! Que Deus te abençoe e ilumine e te devolva em dobro os desejos a esta “colonista” destrambelhada! Obrigado por escrever!

O Dani prestou muita atenção nas dicas da coluna da semana passada... Mas a Débora me garantiu que ele não usa nenhum dos acessórios citados na ocasião... UFAAAAAAAAAA!

Frase da Letícia Antunes, para todos nós: Faça tudo hoje, pois a única coisa que deixarás aqui, será a lembrança das coisas boas e ótimas que fizestes! O amanhã é incerto demais...

Entenderam? Beijossss


PAZ NO TRÂNSITO É O QUE QUEREMOS! Neste domingo, dia 1° de novembro, às 16 horas esperamos todos os guaporenses em uma caminhada pela vida! Participe!


Dica de Moda:

Gente, agora a palavra da moda é “NUDE”! Isso mesmo. Não, nada de andar pelado por aí. Nude é uma tendência que chega com tudo para esta estação. É o destaque para o natural. Apostas em cores como areia, marrom claro, bege, gelo e cores que se aproximam mesmo do tom da pele da pessoa. Na maquiagem vale o mesmo: acobreados, lábios foscos sem cores chamativas, aparência saudável de uma pele bronzeada, com sobriedade nas sombras desde o marrom até a cor gelo. Nas roupas, se você é branquinha, abuse do nude com acessórios colorindo o visual. Quebre a sobriedade com um cinto colorido, um sapato destacado ou um colar chamativo.
Os óculos de sol nude são aqueles que tem a armação clara, praticamente cor de pele, ou marrom clarinho com lentes em dregadê. Este tipo de óculos de sol cai bem para uma produção romântica ou para um contraponto com roupas mais sexies.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

E eu não conto pra ninguém...


Inconfessáveis - Silmara Franco


Quem é que admite? Passar um dia inteiro sem tomar banho, só porque não deu vontade de entrar no chuveiro. Enfiar o dedo no nariz quando o lenço de papel não dá conta. Ver quem é no telefone e não atender, de propósito. Espiar o armário do banheiro na casa dos outros. Ter vontade de mandar a vizinha hipocondríaca caçar sapo com bodoque.


Quem confessa? Querer, por trinta minutos, que o meio-ambiente se dane: você precisa daquele banho comprido. Pensar imediatamente numa piadinha quando alguém conta uma tragédia. Ver o preço na etiqueta maior do que o lançado no caixa, e ficar bem quietinha. Arrotar livremente quando está sozinha. Encolher a barriga quando está acompanhada. Abaixar o som da TV para ouvir melhor a briga dos vizinhos. Não saber onde fica o óleo do carro. Torcer para o funcionário pedir as contas e sumir da sua vida. Já ter pensado os piores pensamentos, justamente com as pessoas que você mais ama.


Quem assume? Escrever o próprio nome no Google para ver o que vem. Abrir a geladeira e beber o refrigerante no gargalo quando não tem ninguém olhando. Ter dificuldade para localizar o Quênia no mapa-múndi, assim, de primeira. Fazer a barra da calça com Durex. Nunca ter assistido Casablanca e achar aqueles dois uns chatos de galochas. Fingir que está dormindo. Fingir que entendeu a piada. Comer todos os Danoninhos de uma vez só. Procrastinar até o último instante possível. Sentir inveja dos casais que saem sozinhos à noite. E, apesar de amar incondicionalmente seus filhos e não saber mais viver sem eles, ter uma certa saudade de quando você ainda não os tinha.


Juntos, os segredos – bobinhos, significativos – pesam. Exigem portas, gavetas e chaves extras na alma. Mas vários podem se tornar públicos, sem tantos receios.


Já outros... está certo: nem que a vaca tussa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Só é amor se te der asas...


Você pode conquistar muitas coisas com ameaças e pressões.
Pode chegar até onde quer chegar. Ter ao seu lado quem quiser ter.
Mas privando o outro de ser quem é, de agir com liberdade e de tomar suas próprias decisões, andará de mãos dadas com a insegurança, não com o amor.
No final, terá possuído algo que na verdade, seu coração sabe que nunca foi seu. E que ao primeiro vão de uma janela aberta, voará para longe.
Não deixe que ninguém mude por você. Não mude para agradar ninguém.
É preciso que, por amor, as pessoas mudem por si mesmas.
Todo verdadeiro amor é filho da liberdade...

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Só me falta-me o glamour!!!!


Amados meus! O verão chegou e é a estação das maiores aberrações possíveis e imagináveis na MODA! Sim meus lindos, não vou negar que às vezes, não tem como NÃO reparar no que as pessoas estão usando.

Não fico observando se a pessoa usa marcas famosas, se a pessoa desfila sempre com novos modelitos por aí, ou se a pessoa gasta horrores nas lojas. Não sou disso. Mas adoro admirar as pessoas de bom gosto e com estilo. E isso, depende da criatividade, muito mais do que do dinheiro.

Então, como muita gente não sabe como se vestir, pelo menos que saibam como NÃO se vestir.

O Edi Postal, meu consultor de moda do coração, me mandou esse texto, e eu não posso deixar de dividir com meus leitores esses sábios conselhos!

O QUE NÃO USAR!
Algumas coisas que as mulheres devem saber que são tristes de usar...Com isso, e pela importância que dou ao sexo feminino, decidi fazer uma pequena listinha de coisas que simplesmente algumas mulheres deveriam repensar antes de usar (caso uma mera opinião masculina importe).



É triste mulher que usa:
1- Esmalte com uma florzinha (ou estrelinha) em uma das unhas combinado com a outra mão (no pé já é caso de internação).
2- Salto de acrílico (a não ser que vá fazer um filme pornô ou agradar o namorado fetichista).
3- Meia-calça cor da pele, tipo Kendall para o inverno (a não ser que tenha mais de setenta anos ou use debaixo da calça em caso de frio extremo). Em hipótese nenhuma deve ser usada com saia e sandália aberta.
4- Calça justa demais, que aperte as partes íntimas (fica parecendo uma pata de camelo). Gente, aqui preciso abrir um parêntese, porque acho que umas gatas da cidade devem viver com infecção urinária de tanto de apertam a bonita nas calças jeans! Socorroooooo!
5- Descolorir os (muitos) pelos da barriga, o famoso 'caminho da felicidade'. Melhor depilar, caso contrário, procure um namorado que tenha colocado blondor no bigodinho. Farão um lindo par.
6- Unha do pé grande, maior do que onde termina o dedo, além de ficar muito feio pode ser um perigo fazendo 'carinho' com o pé, no marido ou namorado. Se estiver solteira, vá à praia de meia.
7- Calça jeans com muitas aplicações (rosas coloridas, tachas, strass, etc.). Tudo em exagero polui o visual e esse tipo de calça tem muita informação. Usada junto com o item 2 é uma das piores composições. Se pretende sacanear algum namorado (ou ex), chame-o para jantar ou dançar, e vá assim.
8- Calça legging com tamanco de madeira. Se você não estiver numa refilmagem de 'Grease nos tempos da brilhantina', use outra maneira de chamar a atenção. Há outras (e muito melhores) maneiras de um cara te achar gostosa.

O que os homens nunca deveriam usar - ou ter usado:

1- O trio mais famoso do que o do McDonalds: pochete, bermuda jeans e sandália papete. Se vier acompanhado do celular (na capinha) na cintura então... É caso para fingir que não conhece.
2- Blazer com gola rolê por dentro. (Dispensa comentários.)
3- Sapato social de 'franjinha' (aquele detalhe de penduricalho em cima). Se for curto a ponto de aparecer a meia branca por baixo, a coisa beira a piedade. Esse tipo fica ótimo num dublador de Michael Jackson cantando 'Billie Jean' no palco da Psy.
4- Calça de cintura alta, a chamada 'Saintropeito'. Cuidado com os testículos! Eles não têm culpa se você se veste mal. Gerentes de churrascaria rodízio costumam adotar esse visual acompanhado de uma vistosa camisa vermelha de seda javanesa.
5- Essa vai doer em muito 'Maurício' mas é a minha opinião: Casaquinho de lã jogado nas costas e amarrado na frente. Esse visual geralmente vem acompanhado de um cabelo arrumado pela mamãe a 'La Roberto Justus'. Tem solução, mas tem que ser mudado ainda na infância ou no máximo adolescência. Depois fica difícil.
6- Unha suja (e sem cortar). Se você não for o mecânico Pascoal da novela 'Belíssima', pode ter certeza que brochará sua namorada ou pretendente. Caso seja bonito como o Gianechinni, ela será somente um pouco mais tolerante, entretanto, irá pedir para limpá-las assim que acabar a noite de fetiche com um desleixado. Não esqueça também de aparecer aqueles pelinhos horríveis que por ventura saiam do nariz ou da orelha - em nome da higiene, please!!!!
7- Base incolor na unha. Triste amigo. Só limpar e cortar já é suficiente. Cuidado se tem esse hábito, pois daqui a pouco estará pedindo 'francesinha' no salão.
8- Fazer sobrancelha. Se for tirar um fio maior, ok. Agora, se for limpar e afinar nas extremidades, é melhor tomar cuidado. Daí para usar rímel e delineador é um pulo.
9- Cueca furadinha tipo antiga Adams. Amigo, por favor, treine tirar a calça puxando a cueca junto. Nenhuma mulher no mundo aguenta esse choque visual. Se ela vir a sua cueca é provável que você fique na mão. LITERALMENTE!

Dizem que este texto é do Arnaldo Jabor.

Mudando de assunto...

Eu amei!!!! O filme e o livro “O Menino do Pijama Listrado”. O ator principal tem olhos que falam por ele. E a história, que retrata o período do nazismo, é uma verdadeira lição de vida. Eu sempre acreditei que a vida é um círculo, e tudo o que fizemos acaba voltando para nós mesmos. Assista ou leia essa história, e depois você vem me dizer se não tenho razão.

Foi emocionante!!! O Baile de Debutantes! Foi muito chique, lindo, diferente, um evento que, espero, tenha voltado para ficar. Um beijo especial para as cinco princesas lindas: Bruna, Carol, Chana, Vic e Sabrina, extensivo a seus pais, que nos proporcionaram uma noite memorável!

A promoção da Joalheria e Óptica Sebben está chegando ao fim, então, você ainda tem UMA semana para participar! Escreva para michele@tl.com.br e deixe sua opinião sobre nossa linda, amada, idolatrada, salve, salve Guaporé! No início de novembro acontece o sorteio das lentes coloridas, pra você ver nossa cidade com outros olhos!
Ah... muito legal! Se você é meio cegueta, como eu, você pode colocar lentes de grau no seu óculos de sol! É simples, o Rodolfo pega a armação que você escolheu e manda trocar a lente!
Vamos então a mais uma participação:

“Oi Michele! Acho legal a coluna, divertida! Mas sabe o que acho que falta em Guaporé? Homem de verdade! Esses caras que ficam se achando o máximo, só pensam em farra e não levam as mulheres a sério, um dia vão acabar velhos e sozinhos e com os pés bem gelados no inverno.”

Ui!!! Credo, se essa praga pega! Hahahaha

Beijos gente! A moça em questão, revoltada com os homens se chama Camila.

Camila, amada! Abre uma Skol!

Beijos!
Escrevam para essa criatura que escreve essa coluna: michele@tl.com.br
E meu lema: “Quanto pior, melhor”, então pode soltar o verbo. Mas só o verbo!