Devaneios tolos... a me torturar.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

O delicioso pinto podre!


Geeeeeeeeeeente!!!

Descobri uma coisa: eu me prostituo!!!!

Calma, não vão sair por aí espalhando que a colunista virou a Tieta do Agreste guaporense. Mas gente, quero dizer é que sem perceber, me vendo barato e ainda acho que estou agradando.

Me prostituo ( nos prostituímos) quando para obtermos vantagens, nos vendemos, defendemos bandeiras que não acreditamos, nos humilhamos, nos desvalorizamos enquanto pessoas, vendemos nosso corpo e nossa alma.

Estava assistindo o programa “No Limite”, na cena do indigesto cardápio de olho de cabra, peixe vivo e pinto podre (ovo com o pintinho dentro, que eles tiveram que comer).

Se vocês não assistiram, ótimo. Perderam cenas deprimentes de degradação humana por dinheiro. Aquele povo empurrando goela abaixo aquelas porcarias e tendo crises de ânsia de vômito na televisão. Já estava vendo a hora que a lente da câmera iria ficar cheia de pedaços de peixe, olho e ovo.

E tudo isso sendo muito fashion, muito “IN”, muito “tudo de bom”! Teve gente que achou o máximo! Tem gente que come cocô na TV para ganhar a disputa por dinheiro! Você comeria?

A começar pela televisão, passando pelas regras da sociedade e pelos novos conceitos de que para ser alguém é preciso ter dinheiro, penso que estamos na era da prostituição.

Expor as piores faces da sua personalidade em um programa como o Big Brother. Explorar a sordidez e os sentimentos mesquinhos jogando uns contra os outros por um milhão de reais, são apenas alguns exemplos da prostituição que aplaudimos e que nos diverte.

Em outro programa, passar fome de biquíni fio dental em meio a homens sarados semi nus, comendo pinto podre por notas e notas de real!

Isso é o Brasil! Sim, esperta aquela que tira dinheiro do velhote otário que largou a família pra desfilar com uma bunda boa pela cidade.

Ah... Aquela mulher sim que é esperta! Vender o corpo por dinheiro é coisa de gente descolada. Trabalhar duro feito uma otária é que não está com nada.

Deitar no chão para o chefe passar por cima, perseguindo colegas de trabalho, usando artimanhas para conquistar mais espaço na empresa! Isso é o máximo, coisa de gente que vai se dar bem na vida! Ou então se esfolar dando o sangue pela empresa e não receber nem mesmo um obrigado! Coisa meiga isso!

Prometer revolucionar na política, trazer progresso, desenvolvimento e empregar uma série de pessoas incapazes, para ter uma corte bem grande de súditos ignorantes e se perpetuar no poder! Isso é política! A política dos espertos! Parabéns!

Gente inteligente é aquela que acha uma teta para mamar às custas dos coitados que não tem mais de onde tirar dinheiro para pagar os impostos!

Agora a prostituição é chique! Agora a prostituição dá ibope! Quem se prostitui de alguma forma é que é sucesso nacional!

É isso ai! Vou comer pinto podre, para ganhar dinheiro, depois vou empinar bem o nariz pelas ruas da cidade e arrotar peru!

E olha que o que tem disso por aí... é só reparar!

· Prostituir, segundo o dicionário: degradar-se.

Mas ... mudando de assunto:

Happy Hour: eu sou defensora das iniciativas que ofereçam aos guaporenses momentos sociais. Defendi o Happy Hour da Kailua, e agora também aplaudo a novidade do Trip Bar. O Happy Hour no Trip proporciona um ambiente super diferenciado, comidinhas deliciosas e bebidas variadas. Agora aquelas pessoas que como eu, 10 horas da noite já estão capotadas, podem passar no Trip com os amigos antes, comer alguma coisa, curtir um papo legal, regado à uma música de muita qualidade!

Mas falando em Guaporé... nós, às vezes somos muito radicais. Há os que amam. Há os que odeiam. Falta muita coisa em nossa cidade. Mas temos muita coisa de bom.

A maior parte das pessoas fica se queixando pelos cantos e não faz nada para mudar a situação ou melhorar.

A proposta é a seguinte: escreva para michele@tl.com.br, você pode ser identificado no jornal ou pode ficar no anonimato.
Escreva o que você vê de bom e ruim em nossa sociedade. Comportamentos que poderiamm ser mudados, ações para melhorar a infra-estrutura, o que falta em matéria de lazer, entretenimento, o que está bom... e por aí vai...

Eu, toda a semana vou publicar esses e-mails, até outubro, então me ajudem e escrevam!

Em outubro, teremos praticamente um novo Plano Diretor Municipal, e quem participou concorre a lentes de contato coloridas (para ver Guaporé com outros olhos) da Joalheria e Óptica Sebben.

Participe, só pode criticar quem participa!

Ah... falando em Óptica Sebben, neste verão, as armações de óculos de sol coloridas vem com tudo!

Beijo gente, adoro todos vocês! Inclusive os que não gostam deste espaço! Outro dia, no supermecado uma moça me disse:
-Mas tu escreve tanta porcaria Michele. Compro o jornal só de curiosa para ver a besteira da semana!

Gente, o importante não é que vocês gostem... é que COMPREM o jornal! Assim eu me mantenho empregada e pago o leite das crianças! Rsrsrsrsrs

Ah!!!!!!!!! Adoro homem sincero! Uma amiga minha perguntou pro carinha que ela estava saindo porque TODO homem tem a triste mania de sair com a moça, conseguir uma noite de amor, acabar o trabalhinho e picar a mula... Eis o verdadeiro motivo:

Mulher: Porque vocês vão embora logo depois da transa?
Homem: Não é nada pessoal. É que pode estar passando um programa legal na TV de madrugada...

ENTENDERAM MENINAS?
Meus lindos e minhas lindas!!! Volto semana que vem!
Me escrevam:
michele@tl.com.com
Fucem no meu Blog e no Orkut:
http://michelunardi.blogspot.com/ ou Michele Lunardi.



Mural de Recados:

Obri!!! Um beijão pro Maciel Cover, que me escreveu!
Também pra Ju Fabris, lindona. Para o Professor Sílvio Bedin.

Para a Cris Previati! Me divirto com a inteligência dos meus leitores! Quando tirar férias, tenho várias pessoas para me substituir!

Leo Clube: Parabéns pela Campanha contra a violência no trânsito. Vocês fazem a diferença!

Feio: a campanha contra acidentes no sábado, e um acidente já no domingo. Guaporé... Guaporé...

Lu!!!! Luciana minha linda, minha diagramadora querida! Vem tomar um café comigo!

Quer aparecer por aqui? É simples: deposite gorda quantia em minha conta bancária (hehehe) ou simplesmente escreva:
michele@tl.com.br!
Beijos gente!

5 comentários:

  1. Tudo bem, Michele? Ótimo texto (não pensas um dia em escrever um livro de crônicas?). Olha, assisti uns trechos de no limite e concordo contigo. Nos gregos antigos já observamos o fascínio da imagem, nas tragédias ao ar livre, no mito de Narciso. Mas que diferença! Esse programa propõe um jogo sadomasoquista entre os personagens e o outro lado da câmera. Cabe a nós aceitá-lo ou não. Mudei de canal rapidinho.

    ResponderExcluir
  2. hahaha... essa do pinto podre foi demais... pior fui eu, que levei quase "meia" hora pra entender de fato o que eles tavam tendo que comer, arrrrg!!! Degradação da pessoa humana geral... nem por um bi$$ (e olha que eu gosto de dimdim, mas isso é demais)eu comia aquilo, Jesus me Chicoteia!!! Beijos, gata!!!

    ResponderExcluir