Devaneios tolos... a me torturar.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Poeminha da rima pobre



Ai que saudade que eu tenho...

Das coisas que não vivi

Dos sonhos que a realidade deixou só na memória

Do que me fazia sorrir.



Daquele que eu pensei que tu fosses

Daquela que eu queria ser.

Do amor que eu sentia por ti...



Da coragem que me abandonou na porta

No dia em que eu ia fugir.



Porque, somente no sonho

Mágico na minha imaginação

Eu era perfeita... e você...

O dono do meu coração...

3 comentários:

  1. obrigado, ficou muito bom, minha profe adorou. Tirei 10 hihihi

    ResponderExcluir
  2. hahaha é fácil, o próximo tu faz! é só rimar pão com melão com coração com solidão e por aí vai!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns. Melhor escrever um poema bonito como esse do que tomar Rivotril.

    ResponderExcluir