Devaneios tolos... a me torturar.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Compartilhar: tristezas e alegrias!

Oi geeeeeente!



Fiz uma descoberta daquelas que muda a vida para sempre: estou grávida. Uma notícia como essa é algo difícil de esconder, e quando caiu nos ouvidos das pessoas mais próximas, se espalhou como fogo em rastilho de pólvora.

Confesso que no começo, fiquei apavorada e sem reação. Mas aos poucos, mais acostumada com a ideia, fiquei tão feliz, que quis dividir essa alegria com todas as pessoas que gostavam de mim.

Como estou no comecinho, e vivi duas situações próximas muito tristes, de pessoas queridas que sofreram abortos espontâneos antes do terceiro mês, claro, fiquei apreensiva.

Entre os conselhos que recebi, algumas amigas afirmaram que era melhor eu ficar quietinha no meu canto, afinal, sempre há pessoas que não gostam de nós, e torcem pelo nosso mal. Também fui aconselhada a não gritar a boa nova aos quatro ventos, pois se algo desse errado, eu ficaria ainda mais triste.

Pensei, com meus botões:

Hoje é agora. Ontem já foi. Amanhã, não se sabe.

Se sempre adiarmos comemorar nossas alegrias com medo do que nos reserva o amanhã, jamais curtiremos o hoje.

Deixaremos passar a oportunidade de dividir com pessoas especiais o que de bom nos acontece. Quem é bom, fica feliz com a felicidade alheia. Felicidade dividida, é multiplicada.

Do mesmo modo, toda tristeza dividida, é uma tristeza diminuída.

Estamos vivendo um tempo em que parece vergonhoso ser feliz. Sorrir abertamente, comemorar conquistas. Parece que ofendemos as pessoas com nossa alegria.

Nos dias atuais, parece que há uma disputa sobre quem tem mais problemas. Os papos nas mesas de amigos e amigas giram em torno de dificuldades, doenças, problemas financeiros, brigas de casais, escândalos sociais.

Penso que uma vida de verdade, é uma vida transparente. Precisamos fingir menos.

Mostrar verdadeiramente como estamos nos sentindo. Dividir perdas, mas também dividir conquistas.

Não precisamos ter medo de que nossos fracassos ou nossos sucessos caiam na boca do povo. Porque, inevitavelmente, vão cair.

Precisamos é saber administrar a forma como a opinião dos outros nos atinge.

Ninguém é unanimidade. Ninguém é amado por todos. Qualquer um de nós, têm desafetos. Mas o que vale, são aqueles que fazem a diferença em nossas vidas. Aqueles que torcem por nós. Seja uma pessoa, ou um milhão de pessoas.

Por meu trabalho ser público, a notícia da minha gravidez gerou uma avalanche de recados, presentes, ligações, surpresas.

Me senti tão fortalecida e feliz, que gostaria de publicamente agradecer a essas pessoas, muitas das quais nem conheço pessoalmente, e que estão sendo tão importantes neste momento.

Não deixe de dividir sua felicidade. Amigos servem para compartilhar sorrisos e lágrimas. Alegrias e tristezas.

Quem não é feliz por medo de ser infeliz, quem não ama por medo de sofrer, quem não arrisca por medo de perder, não vive, por medo de morrer.

Viva tudo o que a vida reserva para você de peito aberto.

“A felicidade só é real, quando é compartilhada”.

Christopher McCandless

Obrigado meus lindos, adoro vocês!

Nenhum comentário:

Postar um comentário