Devaneios tolos... a me torturar.

terça-feira, 6 de abril de 2010

El Douradón!



As minorias querem ser aceitas, validadas, ter o direito de existir e de participar da sociedade. É um direito incontestável, exceção feita àquelas que pregam a violência e o caos. Não é, claro, o caso dos homossexuais, talvez a minoria mais perseguida de todos os tempos. A necessidade de pertencer e de não sofrer discriminação levou os homossexuais a terem uma política, uma política de afirmação e de respeito às diferenças. Mas às vezes erram, como todos os políticos.

Um dos grupos mais ativos pelos direitos dos homossexuais, o Arco-Íris, ao retratar como homofóbico o vencedor do BBB, Marcelo Dourado, errou feio. Dourado pode ser um ignorante, mas sua conduta está longe de ser homofóbica. O que incomodou foi o jeitão dele, hetero até o último fio de cabelo, o protótipo do macho, personalidade altiva e com atitude. Pronto: ativistas da causa gay vislumbraram seu inimigo da vez, e utilizaram o conhecido mecanismo de projeção ("eu som bom, o mau é ele"). Além de fazerem injustiça com o rapaz, foi um tiro no pé. Não colou a imagem de homofóbico em Dourado e de quebra ainda acabaram suspeitos de heterofobia. O grupo Arco-Íris quis concertar a barberagem tentando, no Domingão do Faustão, fazer as pazes com o vencedor do BB e convidando-o para ser um ativista dos homossexuais. Uma bobagem leva à outra.

Eleger inimigos imaginários é tática surrada de muitas minorias. Quando o inimigo é real e perigoso, justifica-se, é questão de sobrevivência. Mas dar tanta importância ao Dourado, rotulá-lo como inimigo gay, francamente ...


O texto é do Dr. Luis Fernando De Campos Velho! Eu adorei as considerações dele, e francamente, nunca fui das mais apaixonadas pelo Dourado, mas diante de tanta incoerência, em entrevista ao Faustão, ele se mostrou muito coerente com relação à homofobia.
Aliás, o tempo todo nós mesmos confundimos conceitos, sentimentos, julgamos atitudes. O preconceito existiu também com relação ao próprio Dourado, por sua postura de hetero "macho" até debaixo dágua. E sua própria ignorância com relação a alguns assuntos levaram algumas pessoas a julga-lo mal também.

Ninguém é puro anjo ou demônio. Nem eu, nem ele, nem você.
A diferença é que neste momento, ele está com 1 milhão e meio de reais na conta... que diga-se de passagem, diante do programa em si, julgo ser ele merecedor.

2 comentários:

  1. Todo mundo fala que gaúcho é gay! E agora acusam o Dourado de ser macho demais! Vão se F...

    ResponderExcluir
  2. Huum, sei lá, só sei que ele está com 1 milhão e meio no bolso e sabendo "aproveitar" é a conta!

    ResponderExcluir