Devaneios tolos... a me torturar.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Voar

Eu nasci assim. Com alma de passarinho. Me amarrem os pés. Mas não me podem as asas.

4 comentários:

  1. Alma de Passarinho

    Sabiás me despertando!
    Bem cedo, de madrugada!
    Um concerto a cada dia!
    Sempre com hora marcada!

    Houve um tempo, te confesso!
    Ficava muito irritada!
    Sabiás me despertando!
    Bem cedo, de madrugada!

    Fico deitada, bem quietinha!
    Para que a mágica aconteça!
    Me transformo em passarinho,
    Até que o dia amanheça!

    Vôo para um galho bem alto,
    Contemplo o sol nascer!
    Assim que os sabiás se calarem,
    E a mágica se desfazer !

    Talvez, agora entenda,
    Esse meu jeito diferente!
    Querer voar feito pássaro,
    E viver assim, feito gente!

    Jossara Bes.

    Que bom que tú não nunca vais deixar podarem tuas assas e a mágica se desfazer!
    O brilho dos teus olhos, a tua beleza singular e teu desejo de liberdade, é o que faz toda a belíssima paisagem da foto passar desapercebida!

    Te cuida mas não te comporta.
    Bj.

    ResponderExcluir

  2. Sempre gentil e educada.

    Que bela proposta!

    Nessa vida nunca diga...nunca!

    Te cuida mas não te comporta.
    Bj

    ResponderExcluir