Devaneios tolos... a me torturar.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Amores que transformam

Oi geeente!


Tirei a palavra “nunca” do meu vocabulário. Perdi a conta das vezes que me contradisse nas maiores convicções da minha vida. Achava um absurdo uma pessoa sofrer com um amor difícil. Até me apaixonar completamente e viver um início de relacionamento bem complicado.

Nos primeiros dias, me senti em estado de graça. Olhava para o azul do céu, para o verde das árvores, para o colorido das flores e enxergava uma beleza única, a presença de Deus, em cada uma das coisas da natureza. Só quem ama de verdade consegue sentir-se assim. Plena, completa. Cada cheiro, cada gosto, cada toque, eram como se fosse a primeira vez. Tudo havia se transformado.

Mas nem tudo são nuvens de algodão, ao iniciarmos uma relação de sentimentos tão fortes. Comecei a passar muito mal. Nem mesmo a comida, um dos maiores prazeres que tenho na vida, ficava no meu estômago. Sentia-me 24 horas em um barquinho, no meio de um oceano em tempestade.

Nenhum remédio fazia efeito, nada acalmava minha tormenta. Perdi a vontade de me arrumar, de tomar banho, de fazer as coisas mais básicas. Isolei-me em casa. Arrastava-me para o trabalho.

Depois, comecei a aceitar que o amor verdadeiro também transforma. E que é preciso passar pela metamorfose, para virar borboleta.

Eu, que sempre critiquei quem mudava de gostos ao sabor das paixões, me vi completamente outra. Coisas simples, que amava, como um bom café quente pela manhã, saíram completamente do meu cardápio. Coisas que odiava, como polenta e feijão, tornaram-se um manjar digno de reis, na minha mesa.

Confesso que meu corpo, que cuidava com tanta vaidade, passou a ser secundário, diante da turbulência de emoções que eu estava vivendo.

Meu amor também mudou a forma como eu me enxergava. Por ele, não me importei em aumentar o número do meu manequim. Nem mesmo fiquei abalada por ir perdendo o contorno da minha cintura. Eu deixei de pensar em mim, para pensar nele. Quantas vezes critiquei pessoas que tiveram a mesma atitude.

Outra aprendizagem do amor: deixamos totalmente de lado o egoísmo, o egocentrismo e tantos “ismos”. Nos tornamos melhores.

Mais uma lição: pouco importa a aparência. Eu por exemplo, não conheço ainda a face do meu amor. Não sei se é menino ou menina. E é bem provável que ele nasça com carinha de joelho (todo recém-nascido é assim).

Estou falando do meu filho. Desde que descobri a existência desse pequeno ser, tudo mudou para mim. A vida dele, o bem-estar, tornaram-se mais importantes que eu.

É lindo quando uma pessoa consegue posicionar-se em segundo plano, em benefício de outra. Se conseguíssemos colocar isso em prática com colegas, amigos, pais, crianças, idosos, com os animais, com toda a vida que nos cerca, o mundo seria muito melhor.

Deixo essa mensagem não para quem é mãe, ou pai, e sim para todos que amam. Amores difíceis, complicados, amores que exigem, amores que transformam, só precisam de um ingrediente para dar certo: verdade. O amor de verdade, salva.

Penso nas relações entre pessoas completamente diferentes. Nas relações entre pessoas que têm problemas graves. Que enfrentam doenças terríveis. Que enfrentam vícios ou preconceitos. E chego à conclusão que aqueles que passam a vida apenas buscando amores fáceis, são covardes. Quem ama de todo o coração, enfrenta uma verdadeira Cruzada, e sai vitorioso. É o amor que ainda vai mudar o mundo.

“Perguntaram à flor de onde vinha. Ela respondeu: De uma semente de amor que não se acovardou.”- Ana Jácomo.

Beijo meus amores!





Mural de recados

Hoje quero mandar um beijo especial para todos que não desistem de quem amam. Que lutam contra todos os problemas, preconceitos, doenças. Juntos, até o fim. Quantos casais servem de exemplo em Guaporé. Cruzam a vida inteira lado a lado. E no final, tornam-se um só.

Não confundam o tema de hoje, com quem sofre de desamor. Quem, mesmo sem ser correspondido, continua sofrendo por anos. Amor é troca. Passar uma vida sofrendo por quem não merece, já se torna burrice.

4 comentários:

  1. Boa tarde, Michele!

    Acompanho sua página já faz um tempo, e estou super feliz com essa nova etapa de sua vida! felicidades, felicidades e felicidades! Deus abençoe sua vida abundantemente, você merece!

    Grande beijo. ;D

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir