Devaneios tolos... a me torturar.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Um belo dia adeus...




Desculpe querido, um belo dia, do nada, eu direi adeus.


“Abandonar o paraíso é a única forma
de não esquecê-lo.”


Se eu ficar, terei sido como esta, que aí está ao teu lado, sem que tu te dês conta de sua presença. Não quero que um dia passes e perguntes... "Ha... Ainda estás aí?".

3 comentários:

  1. Augusto Dornelles- SP30 de janeiro de 2010 05:08

    Sim, a ilusão do amor eterno é aquele relacionado ao amor não correspondido. Tudo que se concretiza torna-se brando... e tem gente que só acha que é amor se ferve. Aí é paixão... e é bem diferente. Acho que é de paixão que tu fala...
    Ou talvez de falta de amor. Porque muita gente fica do lado de homens (ou mulheres) que não as valorizam, que não respeitam, que não demonstram fazer a mínima diferença estar ou não ao lado de alguém. Aí sim, é desamor.

    ResponderExcluir
  2. Ah! Descobri o autor da frase entre aspas! É o Carpinejar!

    ResponderExcluir