Devaneios tolos... a me torturar.

terça-feira, 24 de março de 2009


Você também faz parte da turma do ACHÔMETRO????
Tem coisa pior do que aquele povo que vive “achando”??? Quem muito acha acaba se perdendo... Outro dia uma menina me parou na rua e disse que gostava muito de ler a nossa coluna. Disse que quando me via na rua me “achava” antipática e nariz empinado!!! Mas que havia mudado de opinião! Bom... tudo que eu sempre quis foi aquele narizinho empinado de Barbie... mas vamos combinar que a coisa não é bem assim... hehehe... além do mais, não sou antipática. Vocês podem não acreditar, mas sou tímida!! Só consigo me sentir à vontade com pessoas que tenho intimidade... bom aí... fico beeem à vontade e só falo besteiras...
Mas muita gente anda por aí com uma cara fechada ou porque está chateado, atarefado, porque é tímido... ou sei lá o motivo!
E a pior coisa que podemos fazer é “achar” isso ou aquilo de alguém que não conhecemos e rotular a pessoa!
Fulano é pão duro, fulana é uma dondoca, beltrano é um antipático, beltrana é uma assanhada, fulano é falido, fulana é mal amada...
Podemos definir alguém quando realmente conhecemos a pessoa... porque “as aparências enganam, aos que odeiam e aos que amam...” já dizia a canção!
Uma vez me diziam... – “Tu viu a tal? ... Acho ela tão antipática!!!” e eu respondia:
-Pois é... também acho!
Pois eu fazia parte do círculo do ACHÔMETRO, pré julgando sem conhecer. Agora, simplesmente respondo...
- Não conheço tal pessoa, não posso achar nada.
E é aí que o círculo se rompe, que a fofoca se acaba e que o rótulo perde o sentido. Afinal, você já parou para pensar o que as pessoas que não te conhecem “ACHAM” de você?
O ACHÔMETRO na política é pior ainda... sim gente. Tem muitos que votam porque acham o candidato bonzinho... porque acham ele simpático... porque acham ele engraçado.... e no final, acabamos elegendo políticos que tem menos utilidade que um zero à esquerda. Já que estamos entrando em ano de eleições, se dê ao trabalho de CONHECER o político, a sua atuação, a sua história... para não continuar achando... e percebendo que o que você achou estava estragado...
Vocês acham que é bonito ser feio????
Outro dia meu namorado veio com um papo brabo que eu tinha uma beleza “diferente”... claro que não sou a Gisele Bundchen, mas o cara vir com essa definição... não sei... mas para mim beleza “diferente” é beleza FEIA!!!!!! hahahaha
Você se considera bonito? Já ouviu aquele ditado que diz: “Fulano não paga imposto para ser feio...” Pois gente amada e amiga, não é que um Argentino resolveu propor o “imposto da beleza”... sente só a intenção da criatura:
“O escritor argentino Gonzalo Otálora está causando polêmica com uma campanha em que defende a cobrança de impostos das pessoas consideradas lindas, para compensar o "sofrimento" daqueles que supostamente foram menos favorecidos pela natureza.
Em seu livro, intitulado "Feio", o escritor argentino narra em primeira pessoa o sofrimento que enfrentou por sua suposta falta de beleza.
O escritor propõe que o imposto cobrado dos belos sirva para subsidiar os feios e reparar seu sofrimento.”- matéria publicada no Jornal Folha de São Paulo.

E aí? Você prefere pagar imposto e ser considerado bonito, ou passar ileso da cobrança e ser considerado a forminha de fazer diabo??? Cruzes... se a moda pega por aqui...
E além do mais, beleza é relativa. O Luciano Huck é o próprio papagaio de pirata, e na minha opinião, é um dos caras mais bonitos da televisão brasileira. Fico assistindo o programa dele e pensando o quanto bem ele faz às pessoas e o quanto abençoado ele é por ser tão lindo em suas atitudes. Em contra partida, você pega uma Britney Spears e sua vida cheia de ataques histéricos, over doses e desleixo com os filhos e não vê nenhuma beleza nela!

As crianças saem com cada uma né... olha só, recebi por e-mail uma pesquisa sobre relacionamentos e casamento, feita com crianças de 5 a 10 anos de idade. Algumas respostas são espetaculares... acompanhe aí:

- Qual a melhor idade para casar?
“Não existe melhor idade para casar. Tem que ser muito estúpido para casar”. * Fernando, 6 anos
(Nossa... ele deve ter tido péssimas experiências com mulheres hehe)

O que teus pais tem em comum?
“Eles não querem mais ter filhos...” * Ana, 8 anos
(essa é ótima)

O que as pessoas fazem num primeiro encontro?
“ Os encontros são para se divertir. Até os meninos tem coisas interessantes para dizer, se prestarmos atenção.” * Luiza, 8 anos
(bravo!!!!)

Quando se pode dar o primeiro beijo?
“Quando o homem é rico”. * Pâmela- 8 anos
(garota esperta...)

O que temos que fazer para o casamento dar certo?
“Temos que dizer à mulher que ela é linda, mesmo que seja um caminhão!” * Ricardo- 10 anos
(Sensacional!!!!! O Júnior devia ler isso... e nunca mais me chamar de “beleza diferente” hahaha)


Para Ler...
Lá em casa já tem um mar artificial de tanto que eu ando choramingando com meus livros e filmes!!! Mas também não é para menos... a Alda Santana me emprestou e eu simplesmente devorei de uma tacada só o livro “Cidade do Sol”. É mais uma obra do Khaled Hosseini, o mesmo de “O Caçador de Pipas”. Conta a história de duas mulheres cujos destinos se cruzam no Afeganistão. Uma história recente, baseada em realidades daquele país e que te faz repensar atitudes, valores, conceitos. Um daqueles livros que faz você PENSAR!!! Para mim, ler esta história e me colocar dentro dela foi um grande presente, que gostaria de dividir com você... que gosta de grandes obras. Então leia e depois me diga se não tenho razão!

2 comentários: