Devaneios tolos... a me torturar.

sábado, 21 de março de 2009

Felicidade é... um pouco de descanso e paz...


Meus amigos trintões, quarentões, cinquentões... vou confessar humildemente uma coisa para vocês: Ando tão cansada ultimamente, que tudo o que mais quero no final de semana é me enfiar debaixo de um edredom, apagar a luz e só acordar na segunda feira. Tenho curtido umas jantas nas casas dos amigos. Uma esticada de vez em quando. Uma vez por mês uma Podium. E era isso.

Mas fico abismada com o pique de alguns amigos e amigas! Nossa! Bateram nos 40 (ou perto disso) e voltaram! Isso não é crítica! É até uma pontinha de inveja! Quem me dera ter tanto ânimo pra começar na quarta, terminar no domingo.

Me sentindo velha e preguiçosa... recebi da Karine um texto muito legal que fala do “Novo Feliz”. É claro que é um exagero, uma crônica que tira sarro desse povo festeiro. Mas que tem uma pontinha de verdade tem... Talvez agora, às vésperas dos 30, eu também entre nessa neurose de que bom mesmo é ser livre, leve, solto, viver na balada... Talvez eu vire (ou já seja???) uma “Nova Feliz”. Leia aí com atenção e veja se identifica os sintomas...

O Novo Feliz

Ontem, voltando pra casa cedo, porque não tenho mais saco nem pra balada, nem pra papinho de balada, nem pra cigarro, muito menos pra garotinhas que dançam na pista olhando a bunda no espelho e garotos que perguntam: “- Ah, você escreve? Mas trabalha com o quê?”, tive o insight do ano: A pessoa mais chata do mundo é a pessoa “nova feliz”.

Sabe o cara que foi pobre e brega a vida inteira e de repente começa a ganhar grana? Que ele faz? Pagode, churrasco, barulho, compra carro vermelho importado e escurece os vidros, vai pra Paris e faz aquela foto super criativa segurando uma miniatura da Torre Eiffel (mas é a Torre mesmo, num magnífico efeito de ilusão de ótica), enche a cara na balada e trata o garçom como alguém de uma casta muito distante e inferior, bota sunga branca e faz pose de ladinho em coqueiro torto.

Todo mundo sabe e reclama: “Novo rico é uma M”. Mas nada é pior do que o novo feliz, o cara que foi triste a vida inteira e de repente começa a ficar feliz. O novo feliz, assim como o novo rico, quer que todo mundo veja que agora ele está podendo. A única diferença é que o novo rico chega de Audi e o novo feliz chega acompanhado de seu belo, novo e caro sorriso. Coisa pra poucos.

O novo feliz é o famoso puxa pista. É o cara que não foi feliz aos vinte anos, época que era engraçadinho chamar os outros pra “bombar com aquela música”. O problema é que o novo feliz só conseguiu grana pro psiquiatra e pro Prozac aos trinta. Época em que todos os seus amigos já não querem mais saber de se acabar nas baladas.

Mas ele super anima a galera: “Cara, vamo aê, meu! Cê tá muito velho! Desarma esse corpo!”.

O novo feliz, assim como o novo rico, ainda não sabe lidar com sua nova situação. Por isso tanta alegria lhe sobe à cabeça: só fala na sua felicidade, mostra as gengivas além da conta, esbanja piadas. Sua boa disposição e humor chegam a ser arrogantes. Ele não tem pressa, está apenas super envolvido com as coisas. Ele não tem ansiedade, está apenas muito empolgado com o mundo. Ele não corre porque está estressado, mas porque quer sentir a vida. Mais um pouco de fluoxetina e ele solta a franga.

O novo feliz é o cara que recrimina seu olhar realista e um pouco cansado pras coisas do mundo que são como são. É o cara que sempre agüenta mais meia hora na noitada, afinal, todo mundo é velho, menos ele.... O que ele não entende é que você não está exatamente velho, apenas está maduro em sua alegria, você não precisa mais pular na pista e encher a cara pra ser feliz, com um livrinho embaixo das cobertas (ou um amorzinho legal) você já consegue essa proeza.

O “novo feliz” é cheio de amigos “novos felizes” (e um ou outro eterno feliz que se comporta eternamente como se isso fosse uma novidade). Junta, essa galera tão novata na alegria ocupa seu tempo organizando muito sexo, muitas festas, muitas viagens e muita qualquer outra coisa que tenha gente insegura dando soquinhos no ar. A verdade é que o novo feliz é a coisa mais deprê do mundo.

* Autora: Tati Bernardi


Mas mudando de assunto...

Dúvidas idiotas sobre sexo: depois que liberaram esse negócio de falar de sexo, e que tudo ficou tão natural, às vezes chega a irritar a idiotice de algumas pessoas. Sempre leio revistas como Nova, Cláudia e aquelas revistinhas para adolescente que trazem fórmulas certas para virar princesa, encontrar o príncipe e ser feliz para sempre. Como se fosse fácil.

Mas sinceramente, naquelas partes em que os leitores falam de sexo, me aparece cada leitor estúpido, que penso que os pobres coitados dos médicos, psicólogos e sexólogos que recebem aquelas cartinhas devem ficar com os pelos pubianos em pé! Outro dia, recebi da Cleimara, um e-mail muito engraçado, intitulado “Sexóloga Radical e Estressada”. Lê aí, e depois me diz se ela não tem razão de perder a paciência...


01 - Tenho 20 anos e não transei ainda porque gostaria que a 1ª vez fosse com um namorado fixo. O que você acha?

R: Minha 1ª vez também foi com um namorado fixo. Eu o amarrei na cama.

02 - O que fazer para surpreender um namorado tímido na primeira noite?

R: Apareça com um amante.


03 - Como faço para seduzir o rapaz que eu amo?

R: Tire a roupa! Se ele não te agarrar, cai fora que é gay.


04 - Terminei com meu ex porque ele é muito galinha e agora estou com outro. Mas ainda gosto do ex e, às vezes, ainda fico com ele! O que devo fazer?

R: Quem é mesmo galinha nesta história?


05 - Quero saber como enlouquecer meu namorado só nas preliminares.

R: Diga no ouvidinho dele: 'minha menstruação está atrasada...'

06 - Sou feia, pobre e chata. O que devo fazer para alguém gostar de mim?

R: Ficar bonita, rica e ser legal. Obviamente.


07 - O cara com quem estou saindo é muito legal, mas está dando sinais de ser alcoólatra. O que eu faço?

R: Não deixe ele dirigir.


08 - Sou virgem e rolou, pela primeira vez, de fazer sexo oral. Terminei engolindo o negócio e quero saber se corro o risco de ficar grávida. Estou desesperada!

R: Claro que corre o risco de ficar grávida. E a criança vai sair pelo seu ouvido.


09- Posso tomar anticoncepcional com diarréia?

R: Eu tomo com água, mas a opção é sua. Espero que use copo descartável.

Hahaha!!!!!!!! Respostas cretinas... para perguntas idiotas! Tolerância zero meu povo!

3 comentários: